Governadores afirmam que ‘problema é nacional’


Em carta, Fátima Bezerra e mais 19 governadores responderam às acusações do presidente da República, Jair Bolsonaro, com relação ao aumento do ICMS no combustível.

Ao longo dos últimos meses, após aumentos e pressão de setores como o dos caminhoneiros, Bolsonaro tem colocado a responsabilidade do aumento do combustível nos governadores. Segundo o presidente, a alta se deve em grande parte ao ICMS estadual. O presidente tem incentivado seus eleitores a pressionar dirigentes para solucionar a questão.

De acordo com a nota, nos últimos 12 meses, o preço da gasolina registrou um aumento superior a 40%, “embora nenhum Estado tenha aumentado o ICMS incidente sobre os combustíveis”. Para os signatários, o problema envolvendo o tema é nacional, “e, não somente, de uma unidade federativa”. E mandaram um claro recado ao mandatário, ao dizerem que “falar a verdade é o primeiro passo para resolver um problema”.