Bolsonaro estuda aumentar Bolsa Família em ‘pelo menos 50%’ até 2022


O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira, em sua live semanal nas redes sociais, que pretende aumentar o Bolsa Família em ‘pelo menos 50%’.

Segundo ele, o ministro da Economia, Paulo Guedes , tem estudado o assunto ‘com responsabilidade’.

Segundo a jornalista Malu Gaspar, do Globo, ele tem sido pressionado por líderes do Centrão para manter o auxílio emergencial até o fim do mandato , como estratégia para reeleição.

Pressionado pela CPI da Covid e queda de popularidade, o presidente mencionou uma das principais pautas dos protestos realizados contra ele no último sábado: o aumento do auxílio emergencial:

“Tem gente que fala que o auxilio emergencial, que está em R$ 250, é um absurdo, muito pouco. Concordo. Mas vocês nunca falaram que o Bolsa Família está hoje, em média, R$ 192. Resolveram falar que (R$ 250) é pouco por conta da pandemia. Quando não tinha pandemia, o pobre podia continuar vivendo com R$ 192, que é pouco”, disse.