Um enigmático Jorge Jesus centraliza ambiente de apreensão no Flamengo antes de decisão

Um mistério que tira a paz no Ninho do Urubu. O Flamengo está a um empate de conquistar o 36º título carioca de sua história, mas na véspera do clássico com o Fluminense o clima é mais de apreensão do que confiança. Reflexo de um enigmático Jorge Jesus que perambula calado e reservado pelo CT.

Por mais que tenha problemas para resolver dentro de campo (Rafinha é dúvida e Gabigol desfalque), a pergunta que incomoda a todos no clube é a mesma das últimas duas semanas: o Mister fica ou vai para o Benfica? E é a passividade do treinador que preocupa a todos.