Policial cearense afirma que não tem mais nada a perder e vai até o fim no motim

O jornal O Estado de S. Paulo trouxe nesta terça-feira (25), uma matéria sobre os amotinados da polícia no Ceará. Segundo a publicação, nos quartéis amotinados, o que se vê são PMs na casa dos 30 anos, muitos de chinelo e bermuda, liderados por políticos de oposição ao governador Camilo Santana.

“O policial que decidiu fazer greve vai até o fim. Já não tem nada a perder”, disse ao jornal um dos amotinados, que aceitou dar entrevista sem revelar o nome, identificando-se apenas como cabo Barbosa.

O grupo está preparado para dias de confinamento: há água e alimento estocados, e marmitas chegam o tempo todo, ainda de acordo com o Estadão.