PF apreende 238 kg de cocaína no Porto de Natal

A Polícia Federal prendeu em flagrante na noite do sábado (03), no Terminal Portuário de Natal, três paranaenses, de 21, 34 e 47 anos, respectivamente, e mais um rondoniense, de 33 anos. Com eles, foram apreendidos 238,9 kg de cocaína. A droga seria enxertada em um contêiner que seguiria para a Europa.

A ação, que aconteceu em conjunto com a Receita Federal, teve início há um mês quando a PF passou a investigar uma movimentação suspeita de pessoas e vários veículos em um galpão de Emaús, município de Parnamirim, Região Metropolitana de Natal, o que indicava, possivelmente, tráfico de drogas. No último sábado, um caminhão deixou o local sendo acompanhado por “batedores” e seguidos de perto pelos policiais federais que observaram quando, quilômetros adiante, o veículo transportador de carga adentrou ao Porto de Natal, oportunidade em que foi interceptado e, após minuciosa revista, na estrutura da carroceria foram encontrados diversos tabletes de cocaína que estavam escondidos em um compartimento adaptado no reboque.

O motorista recebeu voz de prisão e, do lado externo, próximo ao portão de entrada do Porto, os outros homens foram presos quando davam cobertura e esperavam o desembaraço da “mercadoria”. Além do caminhão, com eles, foram apreendidos, também, lacres de contêineres não utilizados e três carros, sendo dois, de luxo.

Ao serem conduzidos para a autuação na Superintendência da PF, em Lagoa Nova, todos os presos se recusaram a responder ao interrogatório e invocaram o direito constitucional de só falar em juízo.

Dois dos suspeitos possuem antecedentes criminais e um é ex-policial militar do Paraná, expulso por crime de roubo. Eles permanecem custodiados na sede da PF, à disposição da Justiça.

De 2019 até hoje, a Polícia Federal e a Receita já realizaram sete apreensões de cocaína no Porto de Natal. O total apreendido é de aproximadamente 5,5 toneladas.