Economia será de mais de R$ 800 bilhões, diz Rogério Marinho

Apesar das alterações já feitas pela Câmara, a estimativa do governo é de que a reforma da Previdência gere uma economia de mais de R$ 800 bilhões em dez anos, disse hoje Rogério Marinho, secretário especial de Previdência e Trabalho.

Perguntado por repórteres na entrada do Ministério da Economia, o secretário disse que aguarda a autorização de Paulo Guedes para divulgar o valor exato do impacto fiscal da reforma.

Pela proposta original de Guedes, a economia prevista com a reforma seria de R$ 1,1 trilhão em dez anos.