Duas mulheres são presas com mais de 50 quilos de maconha em Campina Grande

Duas mulheres foram presas quando transportavam mais de 50 kg de maconha. De acordo com a Polícia Militar, as suspeitas de 38 e 28 anos estavam num carro e foram interceptadas quando passavam pelo distrito de Galante, em Campina Grande, onde os policiais realizavam uma blitz. As prisões aconteceram na tarde do sábado (15).

Ainda segundo a PM, elas haviam saído com a droga a cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, e tinha como destino a capital da Paraíba, João Pessoa. A droga estava separada em quatro sacos, dentro do porta-malas do veículo.

Uma das presas, a de 38 anos, já cumpre pena por tráfico de drogas e usa uma tornozeleira eletrônica. A maconha ainda seria ‘tratada’ para ser vendida, segundo as presas, que não revelaram qual bairro iriam fazer a entrega.

De acordo com o comandante da 3ª Companhia do Policiamento de Trânsito da Paraíba (BPTran), capitão Ralisson Andrade, as duas atuavam no tráfico como transportadoras de drogas, conforme as informações que foram levantadas a partir do momento da prisão da dupla.

“Elas são paraibanas e estariam atuando nesse transporte de drogas. Elas usavam GPS para escolher rotas alternativas, com o objetivo de evitar vias movimentadas nas cidades e tentar não passar por fiscalizações, mas foram surpreendidas com uma blitz da 3ª CPTran, que abordou o veículo e encontrou as drogas no carro”, disse.

Além das drogas, os policiais encontraram com as acusadas um caderno de anotações com todas as despesas financeiras da viagem, desde combustível até a alimentação. Elas foram apresentadas com todo o material apreendido a Central de Polícia Civil, em Campina Grande.

Por OP9