A partir de 21 de dezembro as aulas das altoescolas potiguares serão gravadas

A partir do dia 21 de Dezembro de 2018 às altoescolas do Rio Grande do Norte deverão adicionar em seus exercícios nas aulas teóricas e práticas o MONITÓRAMENTE POR CÂMERAS, esse material gravado serão analisados pelo Departamento Estadual de Transito (DETRAN). Essa medida colocará em vigor a portaria n°1896/2016 que vem para impedir fraudes durante as aulas nas empresas de altoescolas.

Com essa mudança nas aulas o valor poderá ter um acréscimo de R$ 200,00 em cima do que já vinha sendo pago nas altoescolas potiguares, segundo o presidente do Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado do Rio Grande do Norte, Eduardo Domingo.

Na quarta-feira (12), o DETRAN estabeleceu o início da fiscalização e do comprimento da portaria n°1896/2016 que sofreu alterações providas pela portaria de n°1584/2018. Aqueles alunos que solicitarem a abertura de processo a partir desse dia terão as aulas monitoradas com câmeras. As imagens serão expostas ao DETRAN. O videomonitoramento não será aplicado nas aulas práticas de motocicletas.

“As aulas serão monitoradas de maneira que possa ser identificado quantos alunos estão em sala. A medida que evitar que alunos coloquem a digital no início e no final do turno estabelecido sem assistirem as aulas”, disse o sub-coordenador de informática do DETRAN-RN, Hugo Guimarães.

Hoje as altoescolas potiguares oferecem o serviço para tirar a licença de carro e motocicletas no valor de R$ 1.600,00 com acréscimo de 350,00 do simulador de transito que passou a ser obrigatório em nosso estado em janeiro de 2016. Já a taxa para o DETRAN é de R$ 516,00.