RN tem cinco barragens com danos ‘preocupantes’, aponta ANA

A Agência Nacional de Águas (ANA) divulgou nesta segunda-feira (19) o Relatório de Segurança das Barragens (RSB) 2017. O documento aponta que o Rio Grande do Norte tem cinco barragens em situação de comprometimento estrutural preocupante.

Entre as barragens em risco estão Gargalheiras, Passagem das Traíras e Calabouço – todas públicas -, além de Barbosa de Baixo e Riacho do Meio – ambas privadas.

De acordo com a ANA, a barragem Marechal Dutra, mais conhecida por Gargalheiras, que fica em Acari apresenta fissuras longitudinais ao longo da galeria e do maciço da barragem. O custo estimado para recuperação é de R$ 2,84 milhões.

Já a Passagem das Traíras enfrenta desagregação do concreto e descontinuidade no maciço rochoso na ombreira direita. Desta forma, a barragem está operando com restrição limitando a cota de operação em 185 metros. A recuperação está estimada em R$ 1,17 milhão.

A barragem Calabouço, em Passa e Fica, tem trincas longitudinais ao longo do coroamento e sem estrutura de descarga de fundo. Além disso, foi notada ainda uma situação de precária de manutenção. A ANA não apontou custo para a restauração.

Nas barragens privadas a situação também é crítica. Em Barbosa de Baixo, o relatório apontou uma erosão entre o maciço e o muro lateral direito. E em Riacho do Meio, o problema é uma significativa percolação pela fundação.

O relatório completo pode ser acessado aqui.

Por Heilysmar Lima