Ex-ministro no governo Dilma, Joaquim Levy é sondado por equipe econômica de Bolsonaro

A equipe econômica do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) sondou o ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy para fazer parte do novo governo. O cargo cogitado, no entanto, não foi revelado.

A informação foi divulgada pelo blog Radar, da Veja, e pela Agência Reuters, que ouviu uma fonte ciente do assunto. De acordo com a agência, o interesse na participação de Levy é de Paulo Guedes, futuro ministro da Economia, em uma pasta que deverá reunir os ministérios da Fazenda, da Indústria e Comércio Exterior e do Planejamento.

Atualmente como diretor financeiro do Banco Mundial, Joaquim Levy assumiu o Ministério da Fazenda no segundo mandato da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Ele deixou o cargo após menos de um ano por discordâncias quanto aos ajustes fiscais em meio à crise econômica.