Famílias venezuelanas são acolhidas nas Aldeias Infantis em Caicó

As 16 famílias de venezuelanos já estão em Caicó/RN. A chegada e o acolhimento aconteceu na note desta quarta-feira (03) na sede das Aldeias Infantis SOS e contou a presença do sub gestor das Aldeias Infantis no Brasil, Sérgio Marques; da Analista Técnica de Políticas Sociais – MDS/SNAS, Bárbara Cravos; do gestor das Aldeias Infantis em Caicó, Santiago Júnior; do prefeito municipal, Marcos José; além de representantes de instituições caicoenses.

“Temos todo um plano de trabalho para realizar com eles, que vão passar cerca de três meses aqui nas Aldeias Infantis de Caicó. A partir de agora vamos intensificar os esforços para que as famílias possam receber os serviços básicos e a rápida inserção no mercado de trabalho para que eles consigam seu próprio espaço. Aqui nós já temos vários parceiros e, com certeza, vamos precisar de ajuda da população”, destacou Sérgio Marques.

A chegada das famílias faz parte do projeto de interiorização, que é uma iniciativa criada para ajudar venezuelanos em situação de extrema vulnerabilidade a encontrar melhores condições de vida em outros Estados brasileiros. Todos os solicitantes de refúgio e migrantes que aceitam participar da transferência para outras cidades passam por uma sessão de orientação sobre o processo de interiorização, realizam exame de saúde, são imunizados e, então, acolhidos na cidade de destino.

Esta é a primeira vez que o Rio Grande do Norte recebe famílias venezuelanas voluntárias da interiorização. Todos os selecionados aceitaram participar da interiorização, foram vacinados, submetidos a exame de saúde e regularizados no Brasil – inclusive com CPF e carteira de trabalho.