No RN, Cadeia Pública de Ceará-Mirim recebe os primeiros presos

A bCadeia Pública de Ceará-Mirim, na região Metropolitana de Natal, foi aberta nesta sexta-feira (17). Os primeiros detentos, que começaram a ocupar as carceragens ainda na madrugada, foram transferidos de outros presídios do estado. A unidade foi construída para abrigar presos provisórios, tem capacidade para 603 internos e custou R$ 22.267.903,75.

O presídio é dividido em três pavilhões, com 24 celas cada, além de módulos especiais para ensino, saúde, visitas íntimas, tratamento de dependentes químicos e carceragem adaptada para pessoas com deficiência física.