21 cidades do RN têm baixa cobertura de pólio, aponta Ministério da Saúde

Vinte e uma cidades do Rio Grande do Norte têm baixa cobertura de pólio. A situação preocupante é apontada em um balanço divulgado nesta terça-feira (03) pelo Ministério da Saúde.

O levantamento lista 312 municípios brasileiros dentro desse cenário. As cidades potiguares nesse quadro são Monte das Gameleiras, Olho D’água dos Borges, Maxaranguape, Taipu, Tangará, Umarizal, Pedro Velho, Nísia Floresta, Vera Cruz, São Bento do Trairi, Bom Jesus, São Gonçalo do Amarante, Alto do Rodrigues, Natal, Francisco Dantas, Rio do Fogo, Caiçara do Norte, São Miguel, Paraú, Upanema e Canguaretama.

A poliomielite ou “paralisia infantil” é uma doença infecto-contagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. O déficit motor instala-se subitamente e sua evolução, frequentemente, não ultrapassa três dias. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principal característica a flacidez muscular, com sensibilidade conservada e arreflexia no segmento atingido.