Casa de pedreiro procurado pela polícia é depredada e saqueada

Moradores do bairro da Redinha depredaram e saquearam a casa de um homem suspeito de ter envolvimento no desaparecimento da menina Yasmin Lorena de Araújo, de 12 anos, que foi vista com vida pela última vez no dia 28 de março. O suspeito, segundo a Polícia Civil, passou a ser procurado após um corpo ter sido encontrado na tarde dessa terça-feira (24) enterrado dentro de uma casa que fica na mesma rua a menina mora.

O imóvel depredado fica ao lado da residência onde mora a família de Yasmim. Móveis, eletrodomésticos, e até uma pia inteira foram levados pelas pessoas que invadiram a casa. Os cômodos ficaram revirados e pichações foram feitas nas paredes da residência, conforme imagem acima.

Diante de todas as evidências e investigações avançadas, a polícia acredita que o corpo seja o de Yasmim. Contudo, em razão do avançado estado de decomposição, a identificação ainda não foi oficialmente confirmada. Na ação policial, um segundo suspeito foi preso e indiciado por ocultação de cadáver.