PRF apreende madeira sendo transportada ilegalmente na BR 427

Madeira apreendida pela Polícia Rodoviária Federal na BR 427

Policiais rodoviários federais durante fiscalização na Operação Corpus Christi realizaram a apreensão de 17 estéreos de jurema (planta nativa da caatinga) sem a documentação de origem ambiental nem fiscal, que eram conduzidos por homem de 35 anos, identificados como Francisco de Assis dos Santos.

A abordagem aconteceu no quilômetro 48 da BR 427, por volta das 09 horas da manhã de ontem sexta-feira, (31).

O carro onde a madeira era transportada de forma ilegal, era uma caminhonete GM/D60 de cor vermelha.

Diante do crime contra o meio ambiente, o veículo e condutor foram encaminhados para o IBAMA em Caicó, para autuação.

Polícia ainda sem pistas de quem matou Isaac Torres

Se passaram 10 dias da morte do caicoense, Isaac Soares de Oliveira Torres. Ele foi encontrado dia 21 de maio, sem vida e em adiantado estado de decomposição na cozinha de uma casa abandonada no sítio Cavalcante de propriedade de seus familiares, às margens da estrada que dá acesso a cidade de Jardim de Piranhas/RN.

O médico legista que fez a necrópsia em Isaac Torres identificou 12 perfurações de arma de fogo em diversas partes do corpo, principalmente, na face. O calibre ainda não definido, podendo ser de pistola 380. Foram retirados 4 projéteis.

A Polícia Civil instaurou o inquérito e ouviu algumas pessoas para a embasar a investigação.

Quem matou Isaac Torres, era um profissional e planejou meticulosamente o crime. Se não, vejamos:

No local do crime, ou seja, a fazenda Cavalcante, não foram encontradas cápsulas de arma de fogo (pistola) e tampouco fragmentos de projétil de revólver; ou o assassino limpou o local, ou ele (Isaac) foi assassinado noutro local e apenas desovado ali.

Testemunhas teria comentado que viram a vítima pela última vez na noite de domingo, na fazenda. Isaac também foi visto, de moto, na cidade de São Fernando, durante o dia, no sábado. Ele também foi visto na companhia de duas pessoas, (amigas).

Os interesses na morte de Isaac Torres, segundo rumores, eram muitos. Dívidas, desavenças, inimizades ou outros. De onde partiu, só a Polícia poderá apontar.

Fonte: Sidney Silva

Polícia Civil do Rio Grande do Norte desarticula quadrilha interestadual de venda de drogas que atuava de dentro dos presídios do Ceará e RN

A 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil (DRPC) de Pau dos Ferros concluiu, na manhã de ontem sexta-feira (31), a Operação Elefante Branco que prendeu ao todo 40 acusados de integrarem uma quadrilha interestadual que fornecia drogas do Ceará para o Rio Grande do Norte. As atividades do último dia da operação foram realizadas nos dois Estados, de forma simultânea. O nome do trabalho investigativo é uma alusão aos presídios e a efetivação de venda, compra e distribuição de drogas de dentro das unidades prisionais dos dois Estados nordestinos.

Para realizar a Operação, que cumpriu no total, 33 mandados de prisão e 32 mandados de busca e apreensão, mais de 20 delegados e cerca de 130 agentes de investigação uniram-se, durante três dias, à equipe de policiais de Pau dos Ferros, através da coordenação operacional do delegado Odilon Teodósio, com apoio do delegado Lenivaldo Pimentel, coordenador do NIP e do delegado José Carlos de Oliveira, diretor da DEPCIN.

A ação contou com apoio de grupos especializados da Polícia Civil do Rio Grande do Norte e da Polícia Civil do Ceará. Somente nesta sexta-feira, foram cumpridos 21 mandados de prisão preventiva e 10 de busca e apreensão na capital Fortaleza e nas cidades de Limoeiro do Norte, Pacatuba e Maracanau (Ceará) e nas cidades de Mossoró e Pau dos Ferros (RN), e ainda o bloqueio de 05 contas bancárias utilizadas para a movimentação financeira do tráfico de drogas.

Os trabalhos da sexta-feira resultaram na prisão de 24 acusados. Destes, 17 já estavam presos e receberam mandados de prisão preventiva dentro das unidades prisionais, 16 no RN e 01 no Ceará. No RN, 09 estavam em Pau dos Ferros, 02 no Encanto, 01 em Caraúbas, 01 em Patú, 01 em Caicó, 01 no Presídio de Parnamirim e 01 em Natal. No Estado do Ceará, 01 mandado foi expedido para um preso que está no Presídio de Itaitinga.

Dos que estavam em liberdade, 02 em Mossoró e 02 prisões em flagrantes na capital cearense.

LISTA COM OS NOMES DAS PESSOAS PRESAS NA OPERAÇÃO ELEFANTE BRANCO:

  • OLÍVIO BESERRA DE QUEIROZ – Itaitinga no dia 31.05.2013. (líder)
  • ROBSON DE JESUS JORDÃO – preso em Foz do Iguaçu no dia 08.05.2013.
  • ANTÔNIO MARCOS RODRIGUES DE HOLANDA – Aquiraz no dia 30.05.2013.
  • VANDO – Aquiraz no dia 30.05.2013.
  • ALCIMAR SALVIANO DE ARAÚJO – Natal no dia 31.05.2013.
  • RODOLFO DA SILVA BEZERRA – Mossoró no dia 31.05.2013.
  • LUANDA MARINA DE ARAÚJO SALDANHA – Mossoró no dia 31.05.2013.
  • FRANCISCO CÁSSIO – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • FRANK MATHEU SAVELINO DA COSTA – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • MENOR F. A. P.S – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • SANÁRIO MAURICIO DE SOUZA – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • EDSON ALVES DE FREITAS – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • MARCELO COUTINHO DA SILVA - Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • EDINALDO DE ASSIS ARAUJO BRITO – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • JOSÉ JACINTO MARTINS DE OLIVEIRA – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • MARIA IVONEIDE ALVES – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • EDSON DAMIÃO DE OLIVEIRA DINIZ DA SILVA – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • LUANA VANESSA MEDEIROS DE OLIVEIRA – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • GILSON NEUDO SOARES DO AMARAL – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013. (caicoense)
  • SABRINA MIKAELA ASSIS SOBRINHA – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013 (namorada de Gilson Neudo)
  • FRANCISCO ROMILSON FERREIRA – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • FRANCISCO DE ASSIS SOUZA – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • LEONARDO CARDOSO DA SILVA – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • CIVÂNIO PEREIRA DE ANDRADE – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • ANTÔNIO MANIÇOBA DE OLIVEIRA FILHO – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • JOSEILSON MALVINO DA SILVEIRA – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • FLÁVIO REINALDO DE OLIVEIRA – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • COSMA NOELMA JACINTO DE OLIVEIRA – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • ROMERO BATISTA DA SILVA – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • JOSÉ WELTON DE SOUZA RÊGO – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • JOSÉ FLORÊNCIO DA COSTA – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • RÉGIA NEIDE COSTA SANTOS – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • SUERLI LEITE DE MEDEIROS – Pau dos Ferros no dia 31.05.2013.
  • FRANCISCO THIAGO DA SILVA – Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • VINÍCIUS DE ANDRADE- Pau dos Ferros no dia 29.05.2013.
  • ÍTALO LEONARDO PEREIRA DA SILVA- Pau dos Ferros no dia 31.05.13

LISTA COM OS NOMES DOS QUE NÃO FORAM PRESOS E SÃO CONSIDERADOS FORAGIDOS DA JUSTIÇA:

  • ANA CRISTINA MARCELINO RATS – Fortaleza.
  • KLERISTON BARBOSA RODRIGUES – Fortaleza.
  • JOSIMAR DE SOUSA LOPES – Limoeiro do Norte/CE

Delegada reafirma suspeita de que ex-companheiro de radialista do Amazonas seja o principal suspeito do crime

Vítima - Lana Micol foi assassinada na calçada de casa

A delegada Fernanda Cavalcante da Costa, responsável pela investigação do assassinato da radialista Lana Micol Cirino Fonseca, de 30 anos, ocorrido no último domingo (26), voltou a dizer que o ex-companheiro da vítima, Edimar Nogueira Ribeiro, de 35 anos, é o principal suspeito de ser o mandante do crime.

Lana era coordenadora da Rádio Nacional do Alto Solimões, em Tabatinga (AM), emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Ela estava na casa do namorado, Alan Bonfim Barros, com a filha mais nova, de 7 anos. Os três tomavam banho de piscina na calçada em frente ao portão, quando dois homens se aproximaram em uma moto, atiraram e fugiram. Alan tentou socorrê-la, mas, ao chegar ao hospital da cidade, Lana já estava sem vida. Ela também deixou um filho de 11 anos.

Edimar foi preso ontem (28) de manhã, ao se apresentar na delegacia de Tabatinga acompanhado de uma advogada. O que levou a delegada a seguir essa linha de investigação foi o comportamento do ex-marido de Lana após o assassinato, que, segundo ela, levantou suspeitas. Ainda no domingo, os policiais contataram amigos e parentes de Lana, incluindo Edimar. Por telefone, ele combinou um encontro com os investigadores na casa da mãe, mas não apareceu. Depois disso, não atendeu mais as ligações. A casa dele foi encontrada abandonada e com as portas e as janelas abertas. Além disso, de acordo com a delegada, mesmo após saber da morte da ex-mulher, Edimar não procurou a filha.

O pedido de prisão temporária foi feito quando Edimar se apresentou à delegacia. Assim que recebeu a notícia de que a Justiça concedeu o mandado de prisão, Fernanda Cavalcante o manteve detido na carceragem da delegacia. A prisão temporária é valida por 30 dias, prorrogáveis por mais 30, e deve ser cumprida no presídio da cidade. No entanto, ainda não há data para a transferência. No depoimento, Edimar não negou, nem assumiu ser o mandante do crime. À reportagem da Agência Brasil, ainda na carceragem da delegacia, ele disse que só vai se pronunciar em juízo.

Agora, as investigações se concentram em provar o envolvimento de Edimar e encontrar os dois executores dos disparos. A polícia tem 30 dias para concluir o inquérito. Dois depoimentos foram colhidos, do namorado de Lana e da irmã dela, Lia Rebeca Cirino Fonseca. A delegada aguarda o retorno dos parentes que foram a Manaus para o sepultamento do corpo da radialista, que ocorreu ontem (28).

A Polícia Civil não acredita que Lana tenha sido morta por causa da profissão. Na sala que ela ocupava, tudo ainda está do jeito que deixou no último dia de trabalho. O técnico de rádio Messias Arévalo da Costa, que conviveu com ela por seis anos, trabalhando na sala ao lado, ainda não acredita no que aconteceu. “Hoje mesmo peguei o telefone, vi o número dela e quase liguei pra resolver uns problemas com ela. Esqueci… a falecida Lana? Não dá pra acreditar, é muito difícil”, disse emocionado.

De acordo com relatos de pessoas da família, Edimar não concordava com o pedido de divórcio feito por Lana à Justiça. Além de inconformado com o fim do relacionamento, ele temeria a divisão do patrimônio construído pelo casal, calculado em R$ 200 mil.

Em agosto do ano passado, quando já estava separada de Edimar, Lana registrou queixa contra o ex-companheiro por ameaças. Na época, um inquérito foi aberto e, com base na Lei Maria da Penha, que prevê medidas de proteção à mulher vítima de agressões, ele ficou proibido de se aproximar da radialista. A denúncia foi recebida pela mesma delegada que agora cuida das investigações do assassinato. Na ocasião, tanto Lana quanto parentes dela disseram à polícia que Edimar chegou a agredi-la enquanto viviam juntos.

Adolescentes são detidos e liberados após tentarem assaltar carro da Souza Cruz

Suspeitos estavam armados e usavam pontos de comunicação

Policiais da Decap (Delegacia de Capturas) frustaram, ontem sexta-feira (31), a ação de uma dupla de adolescentes na avenida Coronel Estevam, no centro de Alecrim. Os suspeitos, segundo a polícia, preparavam-se para cometer um assalto contra um veículo de transporte de valores da empresa Souza Cruz, mas acabaram detidos antes de concretizarem o crime.

De acordo com um agente da Polícia Civil, que terá sua identidade preservada, os suspeitos estavam em uma Montana de cor prata e foram denunciados por um transeunte que percebeu que um deles portava uma arma de fogo e avisou a polícia que passava pelo local se deslocando para uma outra ocorrência. "Paramos a nossa viatura de frente para eles e não houve nenhuma reação", disse.

Na abordagem, os policiais encontraram além da arma, três celulares e dois pontos de comunicação que estavam sendo usados pelos acusados no momento do flagrante. O policial ainda relatou que um dos suspeitos usava uma farda similar a usada pelo funcionário da empresa alvo dos assaltantes e que certamente tudo foi muito bem planejado, mas não deu certo.

A dupla foi levada para a Delegacia de Plantão da Zona Sul, mas poucas horas depois liberada com a presença dos pais que assinaram um termo de responsabilidade. Um policial militar que participava de um outro flagrante reconheceu os conduzidos e informou que ambos são bastante conhecidos pela polícia inclusive apontou um deles como sendo partícipe de um assalto que ocorreu em dezembro em uma fábrica de Açaí, na cidade de Parnamirim. Naquela ocasião todos foram detidos.

Suspeito de assaltar clínica em Natal é preso

Luan Wagner teria sido reconhecido por vítimas e ainda tentou subornar policiais

Os policiais do 1º Batalhão da Polícia Militar conseguiram prender, em Mãe Luiza, um homem suspeito de ter participado de um assalto a uma clínica ortopédica, na tarde de ontem sexta-feira (31), no Tirol. Após ser preso, Luan Wagner da Rocha, de 21 anos, ainda tentou subornar os policiais para ser liberado.

Os policiais localizaram o suspeito na rua Da Guia, juntamente com mais quatro rapazes. Todos eles chegaram a ser conduzidos para a delegacia, no entanto, as vítimas só reconheceram Luan Wagner como autor do assalto à clínica. O material roubado dos funcionários e clientes, porém, não foram localizados.

O delegado da Plantão Zona Sul cogitou a possibilidade de não autuar o suspeito, mas outras três pessoas também acabaram reconhecendo pelo jovem e, com isso, ele acabou sendo autuado.

Além do assalto, Luan teria oferecido R$ 3 mil para que os policiais militares o liberassem no caminho do Instituto Técnico-Científico de Polícia, onde foi feito exame de corpo delito. Por esse motivo, ele também foi autuado por tentativa de suborno.

Dois são presos pela PM após assalto e perseguição

Suspeitos estavam em um carro roubado. Helicóptero chegou a participar das diligências

Dois homens foram presos, na tarde de ontem sexta-feira (31), após uma grande perseguição, inclusive com apoio do helicóptero Potiguar 01. Os suspeitos teriam realizado um assalto e tomado o carro de uma das vítimas, na zona Norte de Natal. A partir daí, a polícia foi acionada e passou a realizar diligências em busca dos criminosos.

Foram mobilizados policiais militares da Força Tática do 4º Batalhão e também do Batalhão de Choque (BPChoque). Já na comunidade de Massaranduba, em Ceará-Mirim, os suspeitos se depararam com a polícia e teriam continuado a fugir, negando-se a obedecer à ordem de rendição.

Com isso, iniciou-se uma troca de tiros e acuados, os suspeitos acabaram sendo presos. Eles foram identificados como Gustavo da Rocha Dias, de 18 anos, e Kelvin Sergio Barbosa da Silva, de 21 anos. Os dois estavam no veículo Celta, de placas AVS-8793, que havia sido roubado horas antes.

Gustavo e Kelvin foram encaminhados para a Delegacia de Plantão da Zona Norte, onde foram autuados. Os policiais também conseguiram recuperar os objetos roubados, como celulares, óculos e dinheiro. A polícia suspeita que outros homens estariam envolvidos nessa ocorrência, mas teriam fugido em um Meriva.

Ex-pastor Gilson Neudo é identificado na Operação Elefante Branco traficando drogas

O ex-pasto Gilson Neudo agora é acusado de tráfico no RN e CE

O ex-pasto Gilson Neudo Soares do Amaral, recebeu na manhã desta sexta-feira, (31), o mandado de prisão preventiva que foi expedido pela Justiça da comarca de Pau dos Ferros/RN. De acordo com o delegado Inácio Rodrigues, que coordenou a Operação Elefante Branco, o ex-pastor estava vendendo drogas juntamente com uma quadrilha extremamente articulada na região Oeste do Rio Grande do Norte e o Estado do Ceará, a partir de presídios. Pelo menos 10 pessoas que estão encarceradas, receberam voz de prisão na manhã de hoje.

As investigações duraram seis meses. O Poder Judiciário, também autorizou escutas telefônicas. A operação começou no mês de novembro e se motivou por causa de uma onde da assaltos que ocorreu na cidade de Pau dos Ferros. Nós chegamos nessa rede que realizava a venda de drogas nos presídios do Ceará e chegavam ao Rio grande d Norte.

Muitas pessoas foram identificadas, inclusive, o ex-pastor Gilson Neudo. “Ele foi definitivamente flagrado vendendo drogas. As provas são consistentes contra ele. Nós temos aqui um caminhão de provas contra ele. provamos que apesar de preso, ele continuava traficando drogas, nós conseguimos a prisão preventiva dele, temos provas e essas provas vão ao poder judiciário. Ele, o pastor Gilson Neudo, é traficante, é um elemento perigoso e que precisa estar excluído, separado da sociedade“, disse o delegado.

A operação prendeu mais de 30 pessoas, entre as que estavam em liberdade e os que estavam encarcerados.

O delegado Inácio Rodrigues, ainda disse em entrevista ao Blog (Sidney Silva) que o foco da operação era a pessoa de Olívio Bezerra de Queiroz, que está preso no presídio de Itaitinga no Ceará. “O Gillson Neudo, era uma das pessoas que comprava drogas ao nosso alvo, ou seja, Olívio Bezerra”, destaca.

Uma quantidade considerável de drogas que seriam entregues ao ex-pastor, foi apreendida pela Polícia Civil de Pau dos Ferros. “Nós conseguimos interceptar um carregamento de drogas que seria para ele, e que era transportado pela sua atual companheira, identificada como Sabrina. Ela foi buscar a droga em Mossoró  no dia 1 de abril, passado, e quando chegou em Pau dos Ferros, nós a detivemos. Ele que mandou buscar a droga. A Sabrina é a sua companheira atual”, disse.

Ao todo, a droga apreendida nos dias da Operação, passou dos 40 quilos, entre crack e maconha.

Perguntado, se na investigação, o delegado identificou o grau de liderança do ex-pastor junto ao grupo, Inácio Rodrigues, disse que por onde ele tem passado, nas prisões, Gilson Neudo, exerce sua liderança. “Ele é um sujeito articulado e consegue rapidamente liderar grupos. Inclusive sobre isso, nós queremos agora que ele seja colocado em um lugar mais seguro. Nós não achamos que ele não pode ficar num lugar com pouca segurança. Nós temos que acabar com isso de os presos ficarem, recolhidos e eternamente se comunicando através de celular, inclusive mandando matar pessoas“, disse.

Perguntado se a Polícia identificou o mando de morte de pessoas aqui no Rio Grande do Norte, o delegado disse que, durante a investigação, com as escutas telefônicas, a trama da morte do radialista Mafaldo Góes, assassinado em fevereiro de 2013, no Vale do Jaguaribe foi descoberta.

As escutas foram todas entregues a Polícia do Estado do Ceará, inclusive, os executores já foram presos. O programa que ele apresentava era semelhante ao que F Gomes, apresentava.

Carioca é preso com 15 quilos de maconha em hotel de Natal

Flagrante foi feito pela Polícia Federal, na manhã desta sexta-feira

Um técnico de áudio carioca foi preso com 14,8 quilos de maconha em um hotel do bairro de Ponta Negra, zona Sul de Natal. A prisão ocorreu nesta sexta-feira (31) e foi efetuada pela Polícia Federal. De acordo com nota enviada pela PF, a droga estava na mala que foi extraviada no voo entre o Rio de Janeiro e a capital potiguar.

A polícia informa que o suspeito chegou a Natal na tarde desta quinta-feira (30). Além da mala do homem preso, bagagens de muitos outros passageiros foram extraviadas na ocasião. Quando o material foi recupedado, o aparelho de raio-x do aeroporto detectou a presença de um conteúdo suspeito dentro da mala. A PF passou então a acompanhar a devolução da bagagem ao proprietário.

O flagrante foi feito quando a mala chegou ao hotel. No momento em que o técnico de áudio recebia a encomenda, os policiais federais pediram para que a bagagem fosse aberta e a maconha foi encontrada. A prisão foi realizada no próprio estabelecimento.

O suspeito possui antecedentes criminais por tráfico de drogas no Rio de Janeiro e se negou a fornecer qualquer informação sobre onde adquiriu e a quem se destinava a maconha. Ele permanece sob custódia na Superintendência da PF no RN e deverá ser transferido para o sistema prisional do estado.

Seis pessoas ficam feridas após tiroteios em Mossoró

Jovem e menor foram vítimas de tentativa de homicídio; ninguém morreu

Na noite de ontem quinta-feira (30), seis pessoas ficaram feridas após serem atingidas por disparos de arma de fogo em diferentes crimes ocorridos em Mossoró, região Oeste potiguar. Os casos aconteceram nos bairros Aeroporto, Alto de São Manoel e Lagoa do Mato ainda no início da noite. Ninguém morreu.

Um adolescente de 16 anos de idade foi alvejado duas vezes na área do pescoço em uma tentativa de homicídio. O menor foi socorrido por moradores para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Alto de São Manoel e transferido para o Hospital Regional Tarcísio Maia. O rapaz chegou na unidade hospitalar consciente, mas em estado grave.

Em outro caso, um jovem de 19 anos de idade foi alvejado na mão com um disparo de arma de fogo no bairro Aeroporto. Segundo a polícia, a vítima foi ferida durante uma briga de família. Ele também foi socorrido por populares para o Hospital Tarcísio Maia.

Quatro homens foram baleados em um bar do município, em outro crime durante a noite. Segundo a PM, a motivação seria vingança. Os suspeitos estariam tentando vingar a morte de um adolescente, ocorrida na manhã desta quinta no bairro Belo Horizonte.

Todos foram encaminhados para o Hospital Regional Tarcísio Maia.

Operação Elefante Branco: Polícia Civil prende 14 acusados de tráfico no interior

Acusados Sonário e Matheus

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte deflagrou na última quarta-feira (29) uma Operação denominada Elefante Branco nas cidades de Pau dos Ferros e Doutor Severiano, que culminou na prisão de 14 pessoas acusadas de tráfico de drogas na região.

A investigação foi coordenada pelo delegado Inácio Rodrigues da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pau dos Ferros (4ªDRPC). Os presos são apontados por abastecer o comércio de drogas na cidade de Pau dos Ferros.

Acusadas Maria Ivoneide e Luana

Os policiais civis cumpriram 22 mandados de busca e apreensão e 12 mandados de prisão. Além disso, também foram efetuadas prisões de acusados em flagrante delito, por porte de droga. Durante a operação, a Polícia Civil apreendeu ainda drogas (cocaína, crack e maconha), celulares, duas motos e dinheiro.

Acusados José Jacinto e Thiago

Na ação foram presos Frank Mateus Avelino Costa, 21 anos, um adolescente de 16 anos, Samário Maurício de Souza, 22, Marcelo Coutinho Silva, “Marcelo de Zita”, Edson Damião Nogueira Diniz da Silva, 22, Edinaldo de Assis Brito, 23, Francisco Cássio de Souza, 24, Francisco Tiago da Silva, 28, Luana Vanessa Medeiros de Oliveira, 19, Vinícius de Andrade, 22, Edson Alves Brito, Maria Ivoneide de Oliveira, 38 e José Jacinto Martins de Oliveira, 45.

Acusados Casio, Edson e Edinaldo

O trabalho policial contou com o apoio de equipes que vieram de Natal, Mossoró e Apodi, além do apoio operacional do helicóptero Potiguar 1, da Secretaria de Segurança Pública do RN. Ao todo 16 delegados e 100 agentes participaram da Operação Elefante Branco.

PRF identifica ciclista atropelado na BR-304 na região Oeste, próximo a Serra do Mel

Motorista disse que desviou de carro que ultrapassava de forma perigosa

A Polícia Rodoviária Federal do Rio Grande do Norte identificou como Gilvenildo Elias de Moura, de 46 anos, o ciclista que morreu após ser atropelado na manhã desta quinta-feira (30) no acostamento da BR-304, próximo à entrada para o município de Serra do Mel, região Oeste potiguar.  Gilvanildo e Elenildo Alves, de 45 anos, que estava em outra bicicleta, foram atropelados por um carro tipo Celta às 7h, segundo informou  o inspetor Everaldo Morais, chefe de comunicação da PRF.

Ao contrário do que apontavam as informações preliminares repassadas à imprensa, o motorista do veículo informou que desviou o carro para o acostamento para desviar de outro veículo que estava na contramão fazendo uma ultrapassagem perigosa na rodovia. “Esse foi o acidente mais grave desde o início da operação Corpus Christi", disse Everaldo Morais.

 Os dois ciclistas foram arremessados para o matagal às margens da BR. Elenildo Alves teve algumas fraturas pelo corpo, mas sobreviveu e foi levado consciente para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró.  O motorista do Celta permaneceu no local e prestou socorro às vítimas.

A PRF ainda não sabe precisar como o acidente aconteceu. O laudo com o resultado da perícia deve estar pronto em até quatro dias.

Jovem é assassinado ao lado de mesa de sinuca

Vítima teria tentado se esconder, mas foi seguida e morta a tiros

O jovem Ermínio Paulino de Souza Neto, de 21 anos, foi assassinado a tiros, no início da noite de ontem quinta-feira (30). Ele ainda teria tentado correr e se esconder embaixo de uma mesa sinuca, em um bar, quando um homem armado entrou no local e atirou várias vezes contra a vítima.

O crime aconteceu por volta das 18h30, na avenida Maranguape, no Jardim Progresso, zona Norte de Natal. Policiais do 4º Batalhão da Polícia Militar informaram que o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) foi avisado de um atentado e que a vítima ainda estaria com vida.

Com isso, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) também foi acionado, no entanto, quando os paramédicos chegaram ao local já encontraram o jovem Ermínio Paulino sem vida.

A suspeita é que a vítima tenha sido abordada na rua e tentou correr para se esconder no bar, que estava fechado. Os policiais que atenderam a ocorrência não conseguiram colher detalhes, pois nesses casos a lei do silêncio dificulta as investigações.

Os policiais informaram, porém, que o jovem Ermínio já era conhecido por ser suspeito da prática de alguns assaltos naquela região de Natal e também por possível envolvimento com tráfico de drogas. O corpo dele foi levado para o Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP).

Casal faz assalto em secretaria de igreja em Areia Preta/RN

Secretaria fica em anexo do prédio da igreja

Um casal entrou na secretaria da igreja de Nossa Senhora de Lourdes, em Areia Preta, pedindo água, mas acabou anunciando um assalto logo em seguida. O detalhe é que a mulher que teria praticado o crime está grávida. A dupla teria contado ainda com ajuda de uma terceira pessoa que ficou em um carro do lado de fora.

As informações do assalto foram confirmadas pela secretária da igreja, Elizabete Silva. Ela explicou que estava no local, que fica em um prédio anexo da igreja, quando o casal chegou e pediu água. Elizabete então se virou para mostrar onde ficava o bebedouro e, neste momento, o homem colocou a arma na cabeça de outra pessoa que estava na secretaria.

Com isso, o casal conseguiu render as vitimas e começaram a pedir o dinheiro da igreja. No entanto, Elizabete disse que não havia nenhum dinheiro no local, o que teria provocado raiva na mulher grávida que participava do assalto. Por isso, ela acabou tomando a bolsa da secretária da igreja.

Além disso, o casal também roubou o celular da paróquia. Em seguida, eles fugiram, provavelmente, em um Fiat Uno vermelho. O coronel Túlio, oficial da Polícia Militar, informou que a ocorrência ainda não tinha sido registrada no Centro Integrado em Operações de Segurança Pública (Ciosp), por isso, a polícia não tinha nenhuma informação sobre o caso.

Polícia de Goianinha prende acusado de homicídio

Acusado matou a vítima por dívidas de drogas

Nas primeiras horas de ontem quarta-feira (29), a equipe da Polícia Civil de Goianinha identificou e prendeu Francisco Duarte dos Santos, conhecido por “Kiko”, de 18 anos, natural de Goianinha-RN, acusado de ser o autor do homicídio que teve como vítima a pessoa de Ramalho Soares da Silva, 28 anos, morto a golpes de faca.

A vítima ainda foi conduzida em estado grave ao Hospital Municipal de Goianinha, no entanto, não resistiu aos ferimentos e veio a óbito ainda no hospital.

Arma usada no crime

O crime ocorreu em frente a casa do acusado, no Bairro Novo Horizonte II, na cidade de Goianinha e chocou os populares devido ao grau de crueldade e frieza do acusado, que desferiu diversos golpes de faca e só parou quando certificado que seu desafeto estava morto.

“Após tomar conhecimento do crime, convoquei a equipe que imediatamente se deslocou ao  local da ocorrência, onde foram realizadas diversas diligências. O autor do crime foi identificado e preso ainda em poder da arma do crime. Está de parabéns toda a equipe que poucas horas após o homicídio, desvendou e prendeu o acusado” afirmou o Delegado Wellington Guedes.

O fato que mais chamou a atenção no crime foi a frieza do acusado, que após desferir diversos golpes de faca na vítima, se vangloriou perante populares e lambeu o sangue da faca.

“A provável motivação do crime foi dívidas de drogas. Fizemos diversos levantamentos na área e identificamos o autor do crime, que estava escondido em sua própria residência, momento que fizemos um cerco na casa e efetuamos a sua prisão, sem que o mesmo esboçasse qualquer tipo de reação” disse o Chefe de Investigação Izaltino Neto.

Casal preso confessa envolvimento na morte do advogado Antônio Carlos Oliveira

O casal preso na manhã de ontem quarta-feira (29) suspeito de envolvimento na morte do advogado Antônio Carlos de Souza Oliveira confessou envolvimento com o crime. A informação foi repassada pelo secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte, Aldair da Rocha. O homem e a mulher estavam escondidos em Fortaleza, no Ceará, e foram trazidos para a Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom), onde admitiram participação no assassinato. Segundo Aldair, outras pessoas serão presas.

“O pessoal da Dehom estava monitorando os passos desse casal desde poucos dias após o crime. Hoje, conseguimos prendê-los por força de mandados expedidos pelo juiz da 3ª vara Criminal de Natal, Ricardo Procópio Bandeira de Melo”, explicou o secretário. O casal é potiguar e estava com o Doblò que teria sido usado na morte de Antônio Carlos.

Aldair disse não poder antecipar a motivação do crime. “Ainda há dois mandados de prisão expedidos pelo juiz Ricardo Procópio que estão em aberto e já identificamos que uma quinta pessoa pode ter relação com a morte do advogado Antônio Carlos. Só vamos nos pronunciar sobre o que motivou esse assassinato após conseguirmos prender todos os envolvidos. E queremos fazer isso muito em breve”.

O casal preso irá passar a noite no centro de triagem da Secretaria de Justiça e Cidadania. Há a possibilidade deles voltarem a ser ouvidos ainda nesta quinta-feira (30), mesmo sendo feriado nacional de Corpus Christi.

O crime

O advogado estava no bar do Binos, no bairro de Nazaré, e foi assassinado com tiros de pistola na cabeça quando estava no banheiro. O comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Araújo, informou que o crime foi cometido por volta das 20h30. Segundo ele, testemunhas informaram que o advogado foi ao banheiro e um homem gordo o seguiu, em seguida, as pessoas ouviram os tiros e viram esse homem gordo saindo do local correndo e com uma pistola na mão. Ainda de acordo com informações da PM, o suspeito fugiu em um Doblò cinza de placas MMW-6343.

Ex-pastor é absolvido de crime de tráfico de drogas, mas, fica preso por causa da morte de F Gomes

Ex-pastor evangélico continuará preso

Na semana passada, o advogado do ex-pastor evangélico Gilson Neudo Soares do Amaral, Daniel Rodrigues Martins, conseguiu através de recurso impetrado no Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, uma sentença de absolvição no processo que responde na comarca de Caicó, por tráfico de drogas, mas, ele vai permanecer detido por causa de decisão do juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça. É que ele foi apontado pela Divisão de Investigação e Combate ao Crime Organizado – DEICOR, como um dos responsáveis pela trama e morte do jornalista Francisco Gomes de Medeiros.

No recurso do processo por tráfico de drogas, o advogado de Gilson Neudo, destacou que se cliente estava inconformado, e por isso interpôs apelação requerendo “preliminarmente” a concessão de prisão especial e de liberdade provisória, porém, conseguiu a absolvição do réu. Ele poderia ser posto em liberdade, mas, como existe decisão de prisão cautelar, deverá ficar recolhido à disposição da Justiça.

À pena era de 9 (nove) anos, 4 (quatro) meses e 15 (quinze) dias de reclusão, a ser cumprida inicialmente em regime fechado, mais pagamento de 676 (seiscentos e setenta e seis) dias multa. Ele está recolhido em uma das celas do presídio de Pau dos Ferros/RN.

Sobre decisão que o mantém preso

No dia 19 de março de 2013, o Gilson Neudo Soares do Amaral, teve prisão preventiva decretada pelo juiz caicoense, Luiz Cândido de Andrade Villaça, a pedido da Polícia. O réu é apontado como partícipe da morte do jornalista F Gomes, crime já
tipificado no art. 121, §2º, I, II e IV do Código Penal.

Recentemente, o juiz reavaliou o processo, em decorrência de inspeção do Conselho Nacional de Justiça em processo de réus presos. A decisão foi, que ele, (Gilson Neudo), precisava permanecer preso.

O magistrado destacou que “a dita decisão interlocutória baseou-se na análise do quadro fático-jurídico evidenciado nos autos, especialmente pela análise do modus operandi utilizado pelos denunciados, bem como por figurar como vítima F Gomes que à época causou um grande clamor social na sociedade caicoense“.

E ainda que “noutra senda, não há que se falar em constrangimento ilegal por excesso de prazo na formação da culpa, uma vez que restou concluída a instrução processual e os autos encontram-se aguardando a apresentação das alegações finais do referido denunciado. Isso não bastasse, a doutrina e a jurisprudência pátria são pacíficas no que diz respeito à impossibilidade do cálculo meramente matemático para a aferição do “excesso de prazo”, entendendo-se, de forma remansosa, que esta análise deve levar em conta a complexidade do feito (número de réus, necessidade de laudos, expedição de cartas precatórias, incidentes), ou seja, as circunstâncias do caso em concreto“.

Polícia divulga imagens de assaltantes dos Correios de Ipanguaçu/RN

A Polícia da cidade de Ipaguaçu/RN, divulgou imagens do sistema de câmeras da agência dos Correios assaltada na manhã de ontem terça-feira, (28).

Os assaltantes eram três homens armados. Os bandidos estavam de cara limpa e ao entraram na agência atacaram os funcionários e clientes levando todo o dinheiro.

Os três homens foram vistos de frente pelas câmeras, o que vai ajudar na identificação.

A Polícia Federal é quem vai investigar o  caso.

Testemunhas não souberam informar detalhes sobre o carro usado pelos bandidos para fugir.

Qualquer informação sobre a identificação dos assaltantes pode ser repassada pelos telefones 190 e (84) 3331-6518.

Dupla é presa após atirar contra policial militar em São Gonçalo do Amarante

Soldado estava indo comprar pão com o filho e foi surpreendido por bandidos que o reconheceram

Dois jovens, identificados como Márcio Rodrigo Soares do Nascimento, de 20 anos, e Rafael da Silva Diniz, de 21 anos, foram presos, na noite de ontem terça-feira (28), após atirarem contra um policial militar, na cidade de São Gonçalo do Amarante. Um terceiro suspeito conseguiu escapar após o soldado reagir.

O fato aconteceu na rua São Sebastião, no loteamento Mar Belo, no bairro Barreiros. De acordo com a polícia, os três jovens estariam andando pelas ruas em atitude suspeita, desde o final da tarde.

Por volta das 18h30, o soldado Dionísio, que mora naquela comunidade, saiu de casa para ir comprar pão com um filho, quando se deparou com os três jovens na rua. O trio, de acordo com a polícia, reconheceu o soldado Dionísio por ele ser policial militar e, antes de qualquer ação da vítima, começou a atirar.

O policial então protegeu o filho e reagiu. Ele conseguiu se esconder e solicitou reforço ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública. Viaturas do 11º Batalhão da PM foram até o local e os policiais conseguiram prender Márcio Rodrigo e Rafael da Silva. O terceiro suspeito fugiu.

O soldado Dionísio disse que os jovens detidos são moradores da comunidade do Golandim, na própria São Gonçalo do Amarante e, inclusive, são bastante conhecidos da polícia, por práticas de crimes naquela área. A dupla foi estava armada com um revólver e foi levada para a Delegacia de Plantão da Zona Norte.

Dupla é presa em Alexandria por compra e venda de arma

Policiais do Grupo Tático Operacional e a Polícia Civil da cidade de Alexandria, interior do Rio Grande do Norte, prenderam dois homens por compra e venda de uma pistola calibre 45. João Batista Gadelha Bezerra, conhecido por João de Deo, foi o primeiro a ser detido e, após investigações do delegado Célio Fonseca, a polícia chegou até o outro suspeito.

De acordo com a polícia, João Deo, que é foragido da cidade de Sousa, na Paraíba, foi detido e flagrado portando cinco munições calibre 45. Durante as investigações, foi descoberto que a arma do mesmo calibre tinha sido vendida por ele para a pessoa de Dário Vitoriano de Carvalho, morador de Alexandria.

Os dois acabaram sendo autuados em flagrante delito, por porte ilegal de arma e munição, pelo delegado regional de Alexandria, Célio Fonseca.