Potiguar criador da "Irmã Zuleide" é preso em Santos

O DJ potiguar Álvaro Oliveira Rodrigues, de 30 anos, foi preso na madrugada do último domingo (27), em Santos (SP), acusado de constrangimento e difamação. Álvaro é o criador de perfis fakes no Twitter e Facebook em que dá vida à personagem "Irmã Zuleide".

A prisão aconteceu após a dona da foto que caracteriza a personagem, uma professora de Campinas, realizar uma denúncia e afirmar que o perfil vem causando constrangimento. De acordo com a professora, ela virou motivo de chacota na cidade onde mora. No Facebook, o perfil de "Irmã Zuleide" tem 2,1 milhões de fãs, enquanto no Twitter conta com 410.618 seguidores.

Segundo Álvaro, que já se apresentou como DJ vestindo roupas de mulheres e usando máscara com o rosto de sua personagem, a foto foi encontrada em uma busca aleatória na internet. Ele foi preso em uma boate e teve seu notebook apreendido para apurações do caso.

Residência foi atingida por disparos de arma de fogo em Parelhas

Na noite de ontem segunda-feira (28), a Polícia Militar de Parelhas foi acionada via 190 onde informações davam conta de que disparos de arma de fogo haviam sido disparados em via publica no Bairro São Sebastião Zona Norte da cidade.
Viaturas da PM se deslocaram para o local onde constataram dois disparos de arma de fogo que provavelmente são de espingarda.

Os disparos atingiram uma residência na Rua Deuzidero Florentino dos Santos no referido Bairro .
O morador da residência atingida Fernando Feliciano da Silva informou a Polícia que desde o ultimo Domingo (27), o acusado pelos disparos vem lhe perturbando.
A Polícia Militar realizou várias rondas mais não obteve êxeto na ação.

Fonte: Marcos Silva

O melhor carnaval do interior do Estado em Jardim do Seridó

A orgamização do evento está definindo o preço das senhas.

Justiça determina prisão preventiva de viúvo de fisiculturista

Alexandre Furtado Paes, marido de Fabiana Caggianno, teve prisão preventiva expedida pela Justiça do RN

A Justiça do Rio Grande do Norte determinou a prisão preventiva do empresário Alexandre Furtado Paes, marido da fisiculturista Fabiana Caggiano Paes, que morreu no dia 2 de janeiro deste ano. O laudo do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) divulgado na quarta-feira passada (23) apontou que Fabiana foi morta por asfixia.

O processo 0103047-04.2013.8.20.0001, dado como "sigiloso", segundo o site oficial do Tribunal de Justiça do RN, traz o assunto como "homícidio simples". A determinação da prisão preventiva ocorreu na sexta-feira passada (25). Alexandre Furtado Paes se encontra na cidade de Osasco-SP, onde mora, e ainda não há informações de se a polícia da região realizou a prisão do empresário.

O delegado responsável pelas investigações do caso, Franklin Albuquerque, relatou por telefone que a mudança de planos ao pedir a prisão preventiva de Alexandre Furtado Paes se deu por uma avaliação dos depoimentos e alguns fatos que estão acontecendo. "O viúvo mentiu muito em depoimento e tentou ocultar provas produzindo outras. Sem contar que recentemente a mãe e a irmã da vítima vêm recebendo ameaças e pessoas ao redor da casa delas", disse. Segundo o delegado, até o momento a polícia não fez a prisão do acusado em São Paulo.

A fisiculturista paulista Fabiana Caggiano morreu no dia 2 de janeiro passado. Ela estava em Natal para passar as festas de fim de ano junto com a família e o marido. No dia 27 de janeiro, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e levou Fabiana do hotel onde estava hospedada para o Hospital, onde ficou internada até falecer.

Em depoimento à polícia, Alexandre Paes, marido da fisiculturista, afirmou que mulher sofreu um acidente enquanto tomava banho, no dia 27 de dezembro, o que acarretou a morte. No entanto, os laudos divulgados pelo Itep apontam para uma morte por asfixia mecânica, quando as vias de respiração são interrompidas por força externa.

Milhares vestem branco em caminhada de homenagem às vítimas de tragédia em Santa Maria/RS

Multidão saiu às ruas de Santa Maria/RS em homenagem às vítimas de tragédia

Um multidão superior a 35 mil pessoas ganhou as ruas na noite de ontem segunda-feira em homenagem às vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria. Vestidos de branco e segurando cartazes, balões e faixas negras de protesto, familiares e amigos saíram da Praça Saldanha Marinho, no centro da cidade, pouco depois das 22h.

A mobilização começou com orações e com o canto do hino do Rio Grande do Sul. Após, a multidão percorreu, ora em silêncio, ora ao som melancólico de violinos, o mesmo trajeto que os corpos fizeram após a tragédia, passando pela Kiss e seguindo até o Centro Desportivo Municipal (CDM), onde ocorreu o reconhecimento das vítimas e muitos velórios.

Balões brancos ainda foram soltos no ar e outros foram estourados, ato acompanhado de uma emocionada salva de palmas. Uma imagem gigante de Maria segurando o filho Jesus nos braços serviu como representação do máximo da dor que as mães estão sentindo com a perda de seus filhos.

Caso Lindomar: Viúva vai a juri popular em Jardim do Seridó

Mabel e Lindomar

O recurso que se encontrava no STJ (Superior Tribunal de Justiça) em Brasília foi negado e o processo que apura a morte de Lindomar Vasconcelos retornou a comarca de origem em Jardim do Seridó. Agora o processo de Mabel da Silva Bezerra deu início a preparação para o juri popular.

O Ministério Público já foi intimado para apresentação de testemunhas o que já foi feito. A defesa será intimada por edital a ser publicado no Diário Oficial do Estado.

Relembrando:

Lindomar Vasconcelos foi encontrado em sua residencia, em 01.01.2007, no Bairro Caixa D'água, com várias cutiladas de arma branca (faca pexeira).

Inicialmente foi dada uma versão para a morte da vitima como sendo suicídio, mas depois do trabalho de investigação da polícia, foi descartada essa possibilidade e passou a investigar um possível homicídio, no inquérito policial.

Várias pessoas foram ouvidas pelo delegado da época, Tenente André, que esteve a frente das investigações e após concluir o inquerito policial, foi remetido a justiça através da Juiza da época Mª Nivalda Neco Torquato Lopes, que acatou as informações contidas no inquerito que apontavam o suicídio.

Essa hipotese foi muito questionada, principalmente pelos familiares de Lindomar, que até hoje procuram explicações para morte do filho. Depois de um tempo, foi designado para comarca de Jardim nova Juiza e Promotora, foi quando a familia não estando satisfeita com o resultado das investigações no primeiro momento, procurou novamente a justiça que analisou novamente o caso Lindomar Vasconcelos.

Sendo que no dia 25 de novembro de 2010 foi dada a decisão pela magistrada da comarca de Jardim do Seridó, Drª Janaina Lobo da Silva Maia, em sua sentença de pronúncia, determinando que Mabel, vá a juri popular. Reacedendo novamente a esperança de Dona Socorro e Seu Antônio pais de Lindomar que esperam por uma resposta pra morte do filho.

Programa de combate ao crack deverá se expandir pelos demais municípios potiguares

A presidente Dilma Rousseff pretende anunciar nesta semana, durante o Encontro Nacional com Novos Prefeitos, em Brasília, uma extensão do programa de combate ao uso de crack.

Restrita no primeiro ano às capitais de 14 estados, a campanha ‘Crack, é Possível Vencer’ será colocada à disposição dos mais de 5 mil municípios brasileiros.

A presidente avalia que os primeiros 12 meses do projeto foram bem sucedidos e já há base de controle e implantação desenhada e testada que garantem ampliar sua abrangência.

A ofensiva deve ser turbinada com um orçamento mais robusto. Criado em dezembro de 2011, sob três eixos de atuação (cuidado, autoridade e prevenção), o programa recebeu R$ 4 bilhões até dezembro passado.

Polícia prende três, apreende drogas e revólver

Joab Ribeiro, Jonas Felipe e Carlos da Silva foram presos pela PM.

Uma ação policial com início no Vale Dourado, na zona Norte de Natal, resultou na prisão de três pessoas e na apreensão de drogas no Paço da Pátria, zona Leste. Três pessoas foram presas pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar, no início da noite de ontem segunda-feira (28). Um revólver também foi apreendido.

O trabalho do BPChoque, comandado pelo tenente Thales, teve início quando os policiais faziam patrulhamento de rotina e passavam pela travessa Germino Benigno, no Vale Dourado. De acordo com o oficial, eles sentiram um cheiro forte de maconha e resolveram abordar três jovens que estavam em via pública.

Com isso, os policiais descobriram que os suspeitos estavam fumando maconha e carregavam pequenos tabletes da droga. A partir daí, foi feita uma revista nos jovens e a polícia acabou descobrindo no celular de um deles uma mensagem informando que “o material havia chegado”.

Ao questionar os suspeitos sobre isso, os policiais descobriram que o material seria droga e estava em uma casa no Paço da Pátria, mais precisamente na rua Mirante do Sol, na casa que pertencia a Joab Ribeiro da Silva, de 19 anos, um dos jovens abordados. Os outros dois foram identificados como Jonas Felipe Carvalho de Amorim, de 21 anos, e Carlos da Silva Pereira, de 18 anos.

Este último, inclusive, era foragido do Ceduc de Mossoró, onde ficou internado após cometer um homicídio. Na casa do Paço da Pátria, os policiais militares encontraram um revólver calibre 38 municiado, bem como munições de pistola calibre 380. Também encontradas 180 trouxinhas de maconha, balança de precisão, maricas e pedras de crack. Os três foram conduzidos para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil para serem autuados.

RN tem registro de 17 assassinatos no final de semana

Por medo, comerciantes atendem os fregueses através de grades

Mais um fim de semana violento no Rio Grande do Norte. Entre a madrugada da sexta-feira (25) e a manhã de ontem (28), 17 assassinatos foram confirmados pela Polícia Militar e Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep-RN), sendo doze na Grande Natal e cinco no interior do Estado. Em todos os casos, as pessoas foram vítimas de disparos de arma de fogo e muitas foram mortas nas proximidades de onde moravam.

A polícia acredita em "acerto de contas". Um dos casos ocorreu na zona Norte de Natal. Na noite do domingo, 27, Flávio Cristiano Gomes de Oliveira, de 40 anos, foi morto com nove tiros na cabeça, no Parque dos Coqueiros.

Segundo o Boletim de Ocorrência da Delegacia de Plantão da Zona Norte, a vítima estava na varanda de casa, quando foi surpreendido pelos assassinos. De acordo com informações do Serviço Autônomo do Judiciário (SAJ) Flávio Cristiano respondia a quatro inquéritos por contravenção penal, devido ao envolvimento com jogo de máquinas caça-níqueis. todas as denúncias ocorreram no ano passado, sendo que três processos tramitam no 1º Juizado Especial Criminal, onde o acusado foi autuado a primeira vez em 15 de junho e pela última vez no dia 5 de dezembro, além de outra vez no 2º Juizado Especial Criminal, com indiciamento pela Delegacia de Costumes.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que não será designado um delegado especial para investigar o assassinato do contraventor e que o caso ficará a cargo  da 9ª Delegacia de Polícia. No dia 20 de agosto de 2012, o "banqueiro" de jogo do bicho Gilberto Tavares da Silva foi assassinado a tiros na rua João Carlos, no Alecrim, quando saía de um churrasquinho. Informações extraoficiais dão conta de que Flavio Cristiano Gomes de Oliveira trabalhava para Gilberto Tavares.

O delegado José Roberto Andrade, que investiga o assassinato de Gilberto Tavares, afirmou que ainda é muito cedo para se falar em relação entre os dois crimes "mesmo considerando que Flávio trabalhou para Gilberto". O delegado informou ainda que as investigações acerca do assassinato de Gilberto Tavares avançaram, mas preferiu não dar maiores detalhes sobre o caso.

A onda de homicídios no fim de semana começou na sexta-feira, 25, com o triplo assassinato dos jovens Felipe Everton Gomes da Costa, 18; Alex Osíris Santos da Silva, 23; e Alana Moura de Oliveira, 19 anos, que residiam numa mesma casa no Loteamento Câmara Cascudo, no bairro de Lagoa Azul, zona Norte de Natal. Os três foram mortos a tiros no quintal da casa onde moravam.

Ainda na noite de sexta, no bairro Potengi, Jackson Jerlano Rebouças Gomes, 21 anos, que respondia por roubo no Fórum da Zona Norte, foi alvejado a tiros em casa, na rua do Juazeiro. Foi morto na mesma localidade, também por disparos de arma de fogo, Jamacy Gomes da Silva, 35 anos, que não tinha passagem pela Polícia.

Nessa mesma noite, um outro crime aconteceu próximo ao Bar do Pirão, na rua João Medeiros Filho, zona Norte. Carlos Alberto Félix do Nascimento, de 23 anos, foi baleado e chegou a ser socorrido, mas morreu no Hospital Walfredo Gurgel. O óbito foi registrado a 1h20 do sábado. A vítima não tinha passagem pela polícia.

Bombeiros definem hoje regras de segurança

Em função da aproximação dos eventos carnavalescos, o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN), Coronel Elizeu Lisboa Dantas, reúne, hoje, às 9 horas, organizadores de eventos carnavalescos, no auditório do Quartel do Comando Geral da Instituição, para tratar das providências a serem tomadas durante o Carnaval, indispensáveis à segurança do público.

Os militares do Serviço Técnico de Engenharia (SERTEN) do CBMRN vão apresentar  dados referentes ao Código Estadual de Segurança Contra Incêndio e Normas Brasileiras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Segundo a Assessoria de Imprensa do Corpo de Bombeiros, a iniciativa do coronel Elizeu Dantas visa garantir mais orientação aos promotores de festas e agilidade aos processos relativos aos eventos com grande aglomeração de público, com uso de arquibancadas, trios elétricos, camarotes, entre outras estruturas metálicas, como forma a evitar interdições pelo não cumprimento da legislação que estabelece as condições de segurança para este tipo de evento.

"Apesar do parecer do Corpo de Bombeiros que regulamenta estes eventos ter sido criado em 2010 percebemos que muitos dos organizadores de festas ainda insistem em realizar eventos sem as condições de segurança necessárias. Nossa intenção é contribuir para a realização de um grande carnaval, sem que haja a necessidade de interdições tendo a segurança como prioridade", disse o Coronel Elizeu Dantas, Comandante Geral do Corpo de Bombeiros.

Coronel Elizeu Dantas destacou que a intenção "é contribuir para a realização de um grande carnaval, sem que haja a necessidade de interdições tendo a segurança como prioridade".

No interior, a Polícia Militar também está realizando reuniões com autoridades civis e militares para tratar sobre a segurança pública nos maiores carnavais do Estado, entre os quais os de Caicó e Macau. Em Caicó, serão disponibilizados cerca de 500 policiais militares, além de 15 viaturas que estarão, diuturnamente, nas ruas da cidade durante o período momesco.

Segundo sócio da Boate Kiss entrega-se à polícia em Santa Maria

O empresário Mauro Hoffman, um dos sócios da Boate Kiss, em Santa Maria (RS), se entregou esta tarde à Polícia Civil. Hoffman chegou à Delegacia de Polícia Regional pouco antes das 15 horas, acompanhado por seu advogado.

Após prestar depoimento, o empresário permanecerá preso por, no mínimo, cinco dias, conforme os quatro mandados de prisão temporária expedidos ontem (27) pelo juiz plantonista Régis Adil Bertolini, do Fórum de Santa Maria.

Mais cedo, a polícia já havia prendido em caráter temporário outras três pessoas envolvidas no incêndio: o empresário e também sócio da boate, Elissandro Callegaro Spohr; o vocalista da banda Gurizada Fandangueira, Marcelo de Jesus dos Santos; e o produtor do conjunto musical, Luciano Augusto Bonilha. A Gurizada Fandangueira se apresentava no instante em que o incêndio começou.

Duas mulheres são presas em Alcaçuz com drogas nas vaginas

Agentes penitenciárias do presídio Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta, flagraram duas mulheres de presos tentando entrar na unidade com cocaína e crack escondidas na vagina. Alana Souza Luna, de 18 anos, e Natália Cristine da Silva, de 22, estavam com duas crianças de cinco e sete meses, filhas das duas, no momento do flagrante.

De acordo com a diretora do presídio, Dinorá Simas, as acusadas já estavam sendo observadas pelas agentes e por policiais da guarda. "Estávamos desconfiadas das duas jovens há um certo tempo. Elas sempre chegavam para a visita muito nervosas e assustadas. Acabamos descobrindo que Alana servia de mula para transportar drogas para o marido e o companheiro de Natália", disse.

Ainda segundo Dinorá, muitas mulheres arriscam a vida e a liberdade praticando o tráfico de drogas tentando entrar em presídios com drogas escondidas nas partes íntimas. Muitas fazem isso sob ameaça e outras por amor. De acordo com estatísticas, 40% das mulheres que cumprem pena nos presídios do Estado, respondem por tráfico de drogas.

As duas acusadas foram autuadas ainda no presídio de Alcaçuz e em seguida conduzidas para o Instituto Técnico e científico de polícia, ITEP, onde foram submetidas a exame de corpo de delito. Natália Cristine conversou com a reportagem do Portal BO e disse ser inocente. "Eu não sou traficante de nada. Tenho uma filhinha para criar e não faria isso jamais", relatou. Alana Souza preferiu se manter em silêncio quando perguntada sobre a propriedade das drogas.

Dupla faz arrastão em lanchonete e ainda leva sanduíches e batata frita

O sistema de câmeras instalado em uma lanchonete na rua São José, no bairro de Lagoa Nova, flagrou a tranquilidade com que dois assaltantes promoveram um arrastão no estabelecimento. O crime aconteceu na última sexta-feira (25) e, além de roubar objetos e dinheiro das vítimas, os criminosos ainda levaram sanduíches e batatas fritas antes de fugirem.

Os dois assaltantes chegaram à lanchonete às 20h27. Um deles mostrou uma arma para os clientes enquanto o outro recolhia todos os objetos que podia, como celulares, tablets, relógios e joias. De acordo com as imagens, conseguidas em primeira mão pelo Portal BO, os bandidos ameaçaram atirar caso alguém reagisse e, após recolherem tudo, trancaram todos os clientes e funcionários em um cômodo na cozinha.

Durante todo o arrastão, a dupla demonstrou frieza e a tranquilidade. Para se ter uma ideia, depois de trancarem as vítimas, os bandidos pegaram sanduíches e uma tigela com batatas fritas e saíram de dentro da lanchonete. Eles fugiram em um veículo Peugeot de um dos clientes. No entanto, o carro foi abandonado pouco tempo depois, na avenida 9.

Jovem é preso acusado de tráfico de drogas em São Tomé

Um jovem foi preso na última sexta-feira (25) acusado de tráfico de drogas na cidade de São Tomé. Ivan Silva Filho, vulgo "Dinho", 18 anos, foi encontrado com dois tabletes de maconha, pesando quase um quilo, três pedras grandes de crack, oito papelotes de cocaína e uma balança de precisão.

De acordo com a Polícia Civil, o jovem havia saído da prisão no mês de dezembro, onde estava depois de ser preso por tentativa de homicídio contra dois sacoleiros. O acusado está detido no Centro de Detenção Provisória em São Paulo do Potengi.

Oportunidade de negócio

Taxista caicoense se envolve em acidente próximo a Santa Cruz/RN

Táxi de Caicó envolvido em acidente próximo a Santa Cruz/RN - FOTO: André Foto

O taxista caicoense, Luzimar Lopes, se envolveu em um acidente automobilístico non quilômetro 114 da R 226, nas imediações da cidade Santa Cruz/RN, no último sábado, (26). As informações dão conta que o taxista conduzia um Ford Fiesta de cor branca e placas OJV-3626Caicó/RN, quando colidiu com uma moto CG 125cc, TITAN de cor vermelha e placa MVH3597/RN.

A condutora da moto, Maria Ilza de Barros, sofreu lesões graves e foi socorrida para o Hospital de Santa Cruz.

O taxista não sofreu nenhuma lesão. Foi feito teste de bafômetro pela Polícia Rodoviária Federal, mas, foi negativo para álcool.

PM de Parelhas prendeu dois e recuperou moto furtada

Na noite do sábado (26), a Polícia Militar de Parelhas foi comunicada via 190, onde informações davam conta de que uma moto havia sido furtada na cidade.

O fato foi registrado no Bairro Cruz do Monte, onde dois indivíduos, um deles armado com uma pistola com 15 munições, furtaram uma moto modelo Honda CG 125, de cor Verde, Ano 98-99, placa MNZ 2230 PB.

A vitima de nome Josicleide Silva Souza residente no Bairro Cruz do Monte, estacionou a moto em um determinado local e quando retornou não a encontrou.

A Polícia Militar rapidamente foi até o local e conseguiu prender no momento da ação um dos indivíduos identificado como José Arimateia, natural de Campina Grande PB, o mesmo portava uma pistola 380 com (19) munições intactas o outro conseguiu fugir na moto.

A Polícia de Santana do Seridó e Equador foram acionadas, e juntamente com a PM de Parelhas conseguiram prender o segundo acusado identificado como Antonio Marcos Junior de 21 anos, natural de Campina Grande na PB.

Segundo o próprio Antonio Marcos, ele já tem passagem pela polícia e só queriam a moto para retornarem para Campina Grande, já que o veículo que os mesmos vieram para Parelhas apresentou defeito mecânico. O mesmo foi preso já no município de Santana do Seridó.

A moto foi encontrada abandonada também no município de Santana do Seridó.

A moto juntamente com o acusado foram encaminhados para o quartel da PM de Parelhas e logo em seguida o acusado foi conduzido a Caicó para os procedimentos.

Estiveram na ação as guarnições RP de Parelhas, Santana do Seridó e Equador, Polícia Ambiental de Parelhas e GTO de Parelhas.

Fonte: Marcos Silva

Capotamento registrado na RN-288 próximo a São José do Seridó

O acariense Tibério Graco sofreu um grave acidente na tarde de ontem domingo (27), entre as cidades de Caicó e São José do Seridó. Tibério perdeu o controle do carro e saiu da pista, ao tentar retornar o carro veio a capotar.

Mesmo com a violência do capotamento o acariense não sofreu nenhum arranhão, isso por estar usando o cinto de segurança, o qual evitou algo pior.

Corpo de homem é encontrado com tiro na cabeça em Equador/RN

Um homicídio foi registrado na cidade de Equador/RN, na madrugada de ontem domingo, (27). De acordo com informações da Polícia Militar que atendeu a ocorrência, por volta das 04 horas, um corpo foi encontrado no Bairro Bela Vista, próximo ao lixão. Tratava-se de Marcos Rufino de Oliveira, de 33 anos, mais conhecido por Xeba.

O homem foi assassinado com disparos de arma de fogo na cabeça, o que leva a polícia a trabalhar com a possibilidade de execução.

As investigações por parte da polícia começaram, mas, ainda não existem detalhes sobre quem teria praticado o crime e quais os motivos.

Os técnicos do ITEP estiveram no local e removeram o corpo para ser necropsiado.

 

Número de homicídios cresce 157% no RN

A investigação dos homicídios cometidos na capital do Rio Grande do Norte é deficitária. Muitos casos ficam sem solução

A taxa de homicídios no Rio Grande do Norte cresceu 175% entre os anos de 2000 e 2010. No mesmo período, o crescimento populacional foi de apenas 14%. Em Natal, os índices também são alarmantes. Na última década, o crescimento do número de assassinatos foi de 157%. Na capital do Estado, a polícia registrou 171 homicídios em 2002 e, no ano passado, o número, segundo dados do Conselho Estadual dos Direitos Humanos e Cidadania (COEDHUCI), saltou para 440 casos. Para especialistas da área de segurança, a droga e a impunidade dos assassinos são fatores que podem explicar o avanço da violência. Governo promete ações mais enérgicas e a criação da famigerada divisão especializada em homicídios ainda para esse ano.

Os números revelam que a violência cresceu de forma assustadora em todo Estado, mas não explicitam, por exemplo, as dificuldades encontradas por policiais civis e militares no combate à criminalidade. Os investimentos públicos no setor não acompanharam o avanço de quadrilhas e grupos responsáveis pelo domínio do tráfego de drogas. Concomitantemente, o desaparelhamento das policiais contribui para o cenário que se apresenta.

O próprio titular da secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Aldair da Rocha, reconhece que, no período de pouco mais de três anos à frente da instituição, não conseguiu atingir as metas projetadas. "Conseguimos avançar bastante. Não no ritmo e atingindo todas as metas que imaginávamos. Primeiramente tivemos o problema orçamentário", afirma.

O secretário esbarrou em outras questões administrativas. "Só para ter uma ideia, quando eu cheguei, em dezembro de 2010, em conversa com a governadora, tínhamos a intenção de chamar imediatamente os mais de 500 aprovados no último concurso da Polícia Civil, imaginei que pudesse montar a divisão de homicídios, mas logo passou o primeiro mês, segundo, terceiro, e agora estamos aqui no terceiro ano", lamenta.

De acordo com o presidente do  COEDHUCI, Marcos Dionísio, mais que divulgar os números, é necessário que as autoridades ligadas à gestão da segurança pública façam uma análise das estatísticas para poder elaborar políticas voltadas para o setor. Porém, há uma ineficiência na publicidade desses dados. "Não há um portal, por  exemplo, disponibilizado pelo Estado para que qualquer pessoa pudesse verificar esses números. Hoje, a sociedade não pode opinar porque ela simplesmente desconhece os números, pois não estão disponíveis", diz Dionísio.

Mais que saber quanto se mata, as autoridades e estudiosos querem entender o porquê do aumento no número de mortes violentas no Estado. Há pelo menos dois motivos em destaque: drogas e impunidade. "São duas variáveis que caminham juntas. Ao passo que não temos a presença efetiva da polícia, a droga se estabelece", diz Marcos Dionísio. O secretário estadual de reitera o pensamento. "No momento em que você pratica um homicídio e o assassino não sofre as consequências, com certeza ele vai continuar agindo", afirma Aldair da Rocha.

Já o professor do Departamento de Ciências Sociais da Universidade  Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Edmilson Lopes Júnior, afirma que há outra causa que pode explicar o crescimento da violência no RN: dinamização da economia. Nesse caso, a análise não é apenas a respeito dos homicídios, mas engloba outros crimes. "Nos últimos vinte anos, a economia evoluiu e despertou a atenção dos bandidos para as cidades onde a presença da polícia não é eficiente, ao mesmo tempo, o crack invadiu praticamente todos os municípios", analisa.