Fim de paralisação dos policiais é a solução para o Ceará, diz Moro

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, durante audiência pública na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

Em um vídeo publicado em suas redes sociais neste domingo, 1, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou que a solução para o “problema no Ceará” – se referindo ao motim organizado pelos policiais no Estado, “passa pelo fim da paralisação ilegal”.

Os policiais têm de ser valorizados, mas a paralisação é algo que a Constituição não permite”, repetiu. Moro já tinha dito que o motim dos militares era ilegal, mas que eles não podiam ser tratados como “criminosos”. O movimento dos PMs começou no dia 18 e, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Ceará, foram registradas mais de 200 mortes, entre 19 e 26 de fevereiro.

Moro afirmou também que a exploração política do caso não ajuda.”Temos que parar de explorar politicamente, tanto dentro do Estado do Ceará quanto fora do Estado do Ceará, essa situação”, afirmou. “Temos que respeitar os poderes que estão envolvidos nessa negociação, os policiais, e o trabalho que o governo federal vem fazendo em apoio à população cearense.”

Por Estadão Conteúdo