Fãs se despedem de Maradona em Buenos Aires e Nápoles

Um craque de duas cidades. Buenos Aires, onde Diego Armando Maradona nasceu, iniciou e encerrou a carreira, e Nápoles, que viu o auge do seu futebol, concentram nesta quarta-feira as principais manifestações de pesar coletivo pela morte do ídolo argentino.

Horas após a confirmação do falecimento de Maradona, fãs argentinos e italianos começaram a se despedir publicamente do ídolo que marcou época nos gramados nos anos 80 e 90, especialmente com as camisas de Boca Juniors, Napoli e, principalmente, seleção argentina.

A dor pela perda de Maradona driblou as preocupações com a Covid-19 na Argentina, e uma despedida pública está sendo informalmente organizada por torcedores nas redes sociais, com concentração no Obelisco, ponto histórico de manifestações no centro de Buenos Aires.