Em noite sangrenta, Mossoró registra dois homicídios em menos de 4 horas

Seis pessoas foram baleadas no Parque Figueira Grande, zona sul de São Paulo, no final da noite desta terça-feira (4). Fernando de Assis Oliveira, de 23 anos, e Alexandre Valenciano Machado, de 19, morreram. As outras quatro vítimas permaneciam internadas.Os atiradores ocupavam uma moto, que estaria sendo escoltado por um outro veículo. Os criminosos pararam na frente de um bar, na rua Sebastião Dias Fragoso, e atiraram contra um grupo de pessoas. Três vítimas foram atingidas, entre elas uma mulher de 35 anos, que trabalha como cozinheira de creche.Ainda na mesma rua, mas a cerca de 100 metros do bar, os motoqueiros atiraram contra dois homens que estavam na calçada. A cerca de um quilômetro dali, na rua Giosué Carducci, outra homem foi baleado. A polícia suspeita que ele tenha sido alvo dos mesmos atiradores.Foto:Nivaldo Lima/Futura Press

Dois homicídios foram registrados em menos de quatro horas, na noite desta terça-feira (7), em Mossoró, na região Oeste potiguar. Um ponto chamativo para os assassinatos é que, de acordo com o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), cada vítima sofreu mais de 15 tiros.

O primeiro caso aconteceu no bairro Santo Antônio. Kaio Moura do Nascimento, de 33 anos, saía de seu carro, com uma criança no colo, quando bandidos em uma motocicleta atiraram várias vezes contra a vítima. O Itep confirmou que Kaio sofreu aproximadamente 30 tiros.

Já o segundo, aconteceu no bairro Dom Jaime Câmara. Dois criminosos abordaram um homem, que caminhava pela rua, e efetuaram diversos disparos. O Itep afirmou que o homem foi atingido por 16 tiros, todos na cabeça, ou em regiões próximas.

A polícia investiga suspeitos e o que poderia ter motivado as ações criminosas da noite desta terça.