Em Natal, bares e restaurantes com até 300 metros reabrem a partir de amanhã

Com cerca de 2 mil estabelecimentos de alimentação, Natal deve observar a reabertura do setor de restaurantes a partir do próximo 7 de julho. De acordo com o Plano de Retomada das Atividades Econômicas do RN, a primeira fase está restrita aos estabelecimentos com até 300 m², que comportem até 4 pessoas por mesa e mantenham o espaçamento de 2 metros entre cada uma delas.

Restaurantes, lanchonetes e food parks que se encaixem nesses critérios vão poder abrir as portas, entretanto, o consumo e a venda de bebidas alcoólicas nos estabelecimentos está proibida. No resto do Estado, a abertura para os outros 3 mil estabelecimentos está prevista para iniciar no dia 8 de julho.

O presidente local da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Artur Fontes, afirma que a expectativa é que “a maior parte” dos estabelecimentos abra as portas no próximo dia 7 em Natal, e no dia 8 no restante do Estado. De acordo com ele, o setor está “pronto para reabrir há muito tempo” no que diz respeito às adequações de segurança e higiene. “Somos uma das poucas atividades frequentemente vigiadas por órgãos como a vigilância sanitária, então já temos normativas enraízadas no setor que foram aprimoradas”, diz Artur.

“Temos dito muito que não basta apenas os proprietários se adaptarem, eles precisam repassar aos clientes o que estão fazendo de novo, para que as pessoas possam entender de que forma estão sendo protegidas naquele estabelecimento”, destaca.

Entenda a reabertura:

Fase Alimentação 1
Permitida abertura de restaurantes, lanchonetes e food parks de até 300 m², de mesas de até 4 pessoas, com consumo e venda de bebidas acoólicas proibido nos estabelecimenos. Os locais deverão manter o espaçamento de 2 metros entre cada mesa, e de no mínimo 1m de distância entre os clientes. Válido a partir do dia 7 de julho em Natal, e 8 de julho no restante do Rio Grande do Norte.

Fase Alimentação 2
Podem abrir restaurantes, lanchonetes e food-parks com tamanho superior a 300 m², seguindo os mesmos procedimentos de segurança da fase 1. Não está autorizada a promoção de shows, festas e afins. A música ao vivo é permitida, desde que limitada a uma pessoa apenas (um músico com seu instrumento). Prevista para iniciar no dia 28 de julho.