Caicoense e esposa morrem asfixiados no quarto da casa onde moravam em Nova Ponte (MG)


O caicoense, Edwin Luisi de Medeiros Silva, de 40 anos e sua esposa, Silvana Vieira da Silva, de 39 anos, morreram asfixiados no quarto da casa onde dormiam na cidade de Nova Ponte (MG). A suspeita é de que eles tenham sido asfixiados pela fumaça de uma churrasqueira. Os corpos foram encontrados por uma das filhas das vítimas, de 14 anos.

Conforme o delegado Roberto Nazário, que atendeu a ocorrência, a churrasqueira foi colocada dentro do quarto como tentativa deles de se protegerem do frio.

Aos militares, a adolescente afirmou que tentou acordar os pais por várias vezes, mas nenhum deles acordou. Por isso, ela ligou para a Polícia Militar.

Os militares que atenderam o chamado encontraram o pai caído no chão e a mãe deitada na cama. Em seguida, acionaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que realizou técnicas de reanimação, sem sucesso. Os óbitos foram confirmados ainda no local.

De acordo com a PM, a adolescente relatou que os pais acenderam carvão e mantiveram as janelas e portas fechadas na tentativa de amenizar o frio.

Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Araxá (IML). A adolescente e a criança foram levadas para o Hospital Municipal para atendimento médico.

A irmã de Edwin Luise, Sandara Medeiros, disse em entrevista no programa Cidade Alerta, da 102,7 FM, que ele morava em Minas Gerais, há cerca de 7 anos. Contou ainda que sua mãe falou com ele por telefone na noite desta quarta-feira.