Caicoenses estavam em prédio que pegou fogo em Natal

A caicoense, Anailza Viola, e sua sobrinha Sarah, estavam no prédio Príncipe das Astúrias que pegou fogo na manhã de quarta-feira, 25 de janeiro, em Natal. O prédio é localizado em Ponta Negra, na Rua Praia Muriú. As duas que estavam em um apartamento no terceiro andar do prédio não sofreram ferimentos e passam bem.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, ainda estão sendo feitos levantamentos para descobrir as causas do incêndio, mas existe a suspeitas de que tanha ocorrido um curto circuito.

As chamas começaram no 8º andar, e atingiram o 6º e o 7º andares. O restante dos 19 andares não foram atingidos.


Bombeiros encontram três corpos em desabamentos no Rio

As equipes de resgate do Corpo de Bombeiros encontraram, na manhã desta quinta-feira (26), três corpos de vítimas do desabamento dos três prédios no Centro do Rio de Janeiro. De acordo com a corporação, entre as vítimas há um homem e uma mulher, ainda não identificados.

Segundo os bombeiros, os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML). Seis pessoas ficaram feridas no acidente. Três  continuavam internadas, sem previsão de alta, no Hospital Souza Aguiar nesta manhã de quinta.

Equipes da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro intensificaram hoje (26) as buscas por vítimas dos desabamentos de três prédios no centro da cidade. Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas - quatro homens e uma mulher - e 20 estão desaparecidas. Cães farejadores identificaram dois focos onde, possivelmente, existam pessoas soterradas. Por segurança, a área, que é bastante movimentada, foi interditada desde a madrugada.


Celular e elevador salvaram ajudante de obras de desabamento no Rio

“Foi esse telefone que me salvou”, disse o ajudante de obras Alexandro da Silva Fonseca Santos, de 31 anos, mostrando o celular que tocou assim que ele saiu do Hospital Souza Aguiar, após receber alta pouco depois das 9h desta quinta-feira (26). Alexandro é um dos sobreviventes do desabamento de três edifícios no Centro do Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira (25). Três feridos permanecem internados.

“Quando olhei pela janela, comecei a ver o reboco caindo. A primeira coisa que pensei foi entrar no elevador”, contou Alexandro, que trabalhava em uma obra no nono andar do Edifício Liberdade, no número 44 da Avenida Treze de Maio. “Quando entrei, o elevador despencou. Só pensava na minha família, e que fosse morrer”, recorda.

De dentro do elevador, Alexandro conta que ligava para um amigo, que estava fora do prédio. “De dez em dez minutos eu falava com ele”, lembra. “Até que ele me colocou para falar com um dos bombeiros”, acrescenta. O ajudante de obras levou duas horas até ser resgatado. “Não tive um machucado, nem um arranhão”, disse na saída do hospital.

Ajudante diz que havia mais quatro pessoas no prédio
O ajudante de obras conta que, por volta das 21h de quarta-feira, chegava ao nono andar do edifício, onde trabalhava em uma pintura. “O prédio parecia estar desmanchando. Começou a cair de cima para baixo”, recorda, antes de voltar correndo pra dentro do elevador.

Alexandro diz se lembrar de mais quatro pessoas dentro do edifício, no momento do desabamento: dois colegas de trabalho, que estavam junto com um zelador do edifício, no térreo, além de outro zelador, que mora, segundo ele, no 18º andar. “Já falei com meus amigos, e eles estão bem. Mas não sei como estão os zeladores”, disse.

“Os bombeiros gritavam: ‘Tem alguém aí?’ E eu respondia, de dentro do elevador: ‘Estou aqui!’”, conta Alexandre. “Quando me acharam, cortaram um ferro na parte de cima do elevador. Eu, que sou magrinho, consegui sair por ali”, recorda. “Quando me pegaram, já me deram uma máscara para eu respirar melhor. Eu estava calmo”, complementa.

Alexandro afirmou que não sentiu cheiro de gás em nenhum momento durante o tempo em que participou da obra no nono andar. “Também não ouvi nenhum explosão, somente o barulho do prédio caindo”, acrescentou. “É difícil explicar o que aconteceu”, disse. “Eu pedi muito a Deus. Orei muito. Tenho quatro filhos e minha esposa, e agora só quero abraçá-los. Além do meu aniversário, no dia 13 fevereiro, agora tenho que comemorar o dia de ontem, quando nasci de novo”, concluiu com um sorriso.

Morte
As equipes de resgate do Corpo de Bombeiros encontraram os primeiros corpos na manhã desta quinta-feira. De acordo com a corporação, a vítima é um homem, ainda sem identificação. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Buscas
De acordo com o Corpo de Bombeiros, 60 homens de quatro quartéis realizam as buscas por desaparecidos no local do desabamento. As equipes contam, ainda, com o apoio de quatro cães farejadores e máquinas como retroescavadeiras e pás mecânicas.

Para facilitar o trabalho das equipes da Prefeitura do Rio e do Corpo de Bombeiros em busca de vítimas, trechos de ruas da região permanecerão fechadas nesta quinta-feira (26). Já as estações do metrô no Centro, que haviam sido fechadas na quarta-feira, funcionam normalmente desde as 5h. A Prefeitura pede que a população evite o local para facilitar a atuação das equipes.

Feridos
Três vítimas que seguem internadas no Hospital Souza Aguiar. As informações são da Secretaria municipal de Saúde. Segundo o órgão, o quadro mais grave é o de uma mulher, que teve lesão no couro cabeludo e passou por uma cirurgia.

Uma outra vítima também foi levada para o hospital, mas já foi liberada. O homem, identificado apenas como Francisco, não estava dentro de um dos prédios, mas ajudava os bombeiros no resgate e sofreu um corte.

Um zelador e um operário, que estava dentro de um elevador, estão entre as vítimas retiradas com vida dos escombros. As informações são do coronel Sérgio Simões, secretário estadual de Defesa Civil. Ainda de acordo com o coronel, as buscas se concentram em dois pontos sinalizados com a ajuda de cães farejadores.

No início da madrugada, parentes reunidos na porta do hospital procuravam desaparecidos que estariam nos prédios.
 


Crea diz que obra ilegal era feita em um dos prédios desabados no RJ

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) do Rio de Janeiro, informou que duas obras eram realizadas no prédio de 20 andares, um dos três que desabaram na noite de quarta-feira (25) no Centro da cidade. A tragédia deixou 19 desaparecidos e pelo menos seis feridos.

Segundo o presidente do Conselho de Análises e Prevenção de Acidentes do Crea, Luiz Antonio Cosenza, as obras eram “ilegais”, pois não havia registro delas. "Duas obras eram realizadas no prédio, no 16º andar. Eram obras ilegais,  pois não tinham nenhum registro no Crea. E isso é considerado exercício ilegal", afirmou.

Durante a madrugada desta quinta-feira (26), dois fiscais do Crea foram ao local vistoriar. "Policias e funcionários nos informaram sobre essas obras. No nosso registro (no Crea), não consta nada sobre essas obras. Fica a dúvida: não tinha um profissional responsável pela obra ou, se tinha, não registrou. Vamos levantar quem era o proprietário dessa obra e porque não registrou", disse Cosenza no local da tragédia. Segundo o coordenador, quando uma obra é realizada, o profissional deve registrá-la no Crea e na prefeitura.

O secretário da Defesa Civil do Rio de Janeiro, coronel Sérgio Simões, também confirmou que havia uma obra no prédio e que investiga se ela teria sido a causado a tragédia.

"Realmente há obra pelo relato de um sobrevivente que foi resgatado. Ele era um operário desta obra e foi resgatado de dentro da cabine do elevador. Ele relata que estava efetivamente trabalhando na obra e no momento em que iria sair do elevador, no 6º andar, percebeu que o prédio estava entrando em colapso e, então, voltou pra dentro da cabine e o elevador despencou", disse o coronel à TV Globo.

Para o Crea, as construções, apesar de antigas, costumam ter estruturas fortes, com o uso de grande quantidade de material resistente e disse acreditar que o mais provável é uma causa externa para o desabamento.

“Eles (os prédios) foram feitos em uma época em que não havia muita economia de material, se gastava material com estrutura, se fazia bem forte mesmo. Talvez alguma causa externa pode ter provocado este desabamento. Salvo algum engano, que pode ocorrer”, afirmou ele.

Em entrevista o prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse ter recebido a informação sobre as obras e que as causas da tragédia ainda são investigadas.


A matança continua: 8º Homicídio registrado no ano de 2012 na cidade de Mossoró

A Central de Operações da Policia Militar registrou no inicio da noite de ontem, quarta-feira (25), mais uma morte de forma violenta em Mossoró.

Williamy Martins Damásio, de 25 anos, vendedor autônomo, residente na Rua Anatalia de Melo Alves, no bairro Paredões, foi alvejado com dois disparos de arma de fogo, um na região do tórax e outro na cabeça.

O crime aconteceu por volta das 20h20min, na rua onde a vítima morava. O rapaz ainda foi socorrido para o Hospital Regional Tarcisio Maia, mas não resistiu e morreu ao chegar ao hospital.

Segundo informações, Williamy conduzia certa quantidade de pedra de crack e dinheiro fracionado, em um dos bolsos da bermuda que estava usando.

A polícia, não soube informar se a vitima tinha algum tipo de envolvimento com uso ou tráfico de drogas e nem se o mesmo já havia cumprido pena em algum presídio local.

Existe uma informação que, uma viatura de Rádio Patrulha teria sido recebida a bala na rua Anatalia de Melo Alves e que o responsável pelos disparos seria Williamy.


Região Oeste: Tiroteio próximo ao Vuco Vuco

A Central de Operações da Policia Militar, registrou ontem quarta-feira (25), uma ocorrência de disparos de arma de fogo, na Avenida Rio Branco, próximo ao shopping popular Vuco - Vuco, em Mossoró. Uma pessoa foi alvejada na perna, com disparos efetuados por agentes da policia civil.

Leonardo Bezerra da Silva, 20 anos, trabalha como entregador de um mercadinho residente na Rua “Desuila Cunha” no Bairro Alto da Pelonha foi alvejado com um disparo na perna esquerda.

Segundo informações do pai de “Leonardo”, o filho não é bandido, é um trabalhador. O mesmo estava de folga na manhã de ontem e teria ido ao Vuco Vuco, comprar um aparelho de celular. Quando ele ia saindo do local foi abordado por policiais da civil. Com medo o rapaz teria corrido e foi alvejado.

A policia estava à procura de um receptador que teria dito aos policiais que “o celular” teria sido repassado para Leonardo.

A vitima foi socorrida pela viatura 213 comandada pelo Cb. Eufrásio e os Sd’s Dantas e Arimateia para o Hospital Regional Tarcisio Maia com fratura na perna esquerda provocada pelo disparo. O rapaz não corre risco de morrer.

A família informou que vai acionar a justiça e provar que o filho não é bandido e nem tem envolvimento com qualquer tipo de delito.


Capotamento registrado na BR-226 próximo a cidade de Currais Novos

Na tarde de ontem quarta-feira (25), um acidente tipo capotamento foi registrado na BR 226, curva da Sussuarana, aproximadamente 08 Kilômetros de Currais Novos, envolvendo um Fiat Siena de placas MOU-7892, Desterro/PB com 04 pessoas dentro. Nossa reportagem teve acesso aos nomes de três delas: MARIA IVONETE FERREIRA DE ARAÚJO, JOSSIER JACKSON MENDES DA SILVA E JOSÉ ROBÉRIO HOSTRO DOS SANTOS, todos residentes em Teixeira- PB.

A mulher foi conduzida para Natal com suspeitas de fraturas em um dos braços. Os outros dois ocupantes tiveram várias escoriações e após receberem atendimento médico depois foram liberados.

Não tivemos acesso ao nome do condutor, que segundo testemunhas, sofreu apenas uma pancada no ombro e não foi conduzido ao hospital.

Fonte: J. Júnior


Imagens registradas do local por um internauta que estava próximo no momento do desabamento dos prédio no RJ.

Mais imagens abaixo


Dois prédios desabam no Centro do Rio

Prédio desaba no Centro do Rio (Foto: Marcelo Piu/Agência O Globo)

Dois prédios desabaram um pouco antes das 21h desta quarta-feira (25) na região da Rua Treze de Maio, no Centro do Rio de Janeiro, segundo informações do Centro de Operações da Prefeitura. Em entrevista, o prefeito Eduardo Paes afirmou que foram atingidos um prédio de dez andares e outro de 20 andares. "Aparentemente não foi uma explosão, o desabamento aconteceu por um dano estrutural no prédio. Acredito que não tenha sido vazamento de gás", disse o prefeito, que anunciou a abertura de um posto de informações em frente à agencia da Caixa Econômica Federal, na esquina das avenidas Chile e Rio Branco.

De acordo com a empresária Zilene Bernardino, que trabalha no local, o prédio de dez andares fica na Rua Manuel de Carvalho, esquina com Treze de Maio, e o outro na própria Treze de Maio. Um terceiro prédio, de menores proporções, também pode ter desabado, segundo testemunhas.

A Defesa Civil Estadual informou que o desabamento deixou 11 vítimas, entre mortos e feridos. Quatro feridos receberam atendimento no Hospital Souza Aguiar: três homens (dois de 37 anos e um de 50) e uma mulher de 28 anos. O quadro mais grave é da mulher, que teve lesão no couro cabeludo e vai ter que passar por cirurgia.

Prédio desaba e causa destruição no Centro do Rio (Foto: Reprodução TV Globo)

Uma moradora de um prédio vizinho relatou que três andares de um dos prédios passavam por reforma. "De repente, ouvimos um grande barulho e começou a voar tudo", contou a argentina Devora Galavardo, que mora há seis meses em frente ao prédio que desabou.

Amigos e parentes cercam o local em busca de informações sobre pessoas que trabalham na região, enquanto a Guarda Municipal impede a aproximação, pelo temor de dano estrutural às construções vizinhas.

Queda de prédio na Rua Treze de Maio

De acordo com a assessoria do Corpo de Bombeiros, há 60 homens da corporação no local do desabamento atuando no trabalho de socorro. Há bombeiros dos quartéis da Barra da Tijuca, de São Cristóvão e do Centro. Há 14 viaturas entre ambulâncias, caminhões de água e de escada magirus. O prefeito Eduardo Paes está no local.

De acordo com informações do Centro de Operações da prefeitura, a Avenida Almirante Barroso, entre a Rua Senador Dantas e Avenida Rio Branco, está interditada em ambos os sentidos. No twitter do Centro de Operações, a prefeitura faz um alerta: "Atenção motoristas! Evite a região da Cinelândia, Carioca e Rio Branco para não atrapalhar os trabalhos dos Bombeiros e Defesa Civil".

Segundo o Metrô Rio, as estações da Presidente Vargas, Uruguaiana, Carioca e Cinelândia foram fechadas. Com isso, a Linha 1 vai de Ipanema até a Glória e Linha 2, até Central.

O Centro de Operações Rio informou ainda que as linhas de ônibus 180 e 184, que passam pelo metrô do Largo do Machado até a Central, estão sendo reforçadas por conta do fechamento de quatro estações do metrô.

A Light desligou a luz nos arredores para evitar incêndios. Vinte viaturas da polícia foram acionadas para isolar a área.

Em nota oficial, o Theatro Municipal informou que o desabamento do edifício da rua Treze de Maio não causou prejuízos ao prédio, nem danos estruturais. A única parte atingida por escombros foi a bilheteria, no prédio anexo. Nenhum funcionário foi atingido.


Pirarucu é encontrado morto nas margens do Itans

Pirarucu ladeado de crianças que foram ao açude ver o peixe - FOTO: Rosivan Amaral

No início da tarde desta quarta-feira dia (25), pescadores encontraram nas margens do açude Itans em Caicó, um peixe da espécie Pirarucu medindo mais de dois metros e sessenta centímetros de comprimento. Ainda não se sabe a causa da morte do peixe. Ele já estava se decompondo.

O biólogo Alison Santos que esteve no local, disse que acredita que o peixe tenha morrido naturalmente já que não percebeu nem uma marca estranha.

“Ele pode ter morrido naturalmente, até mesmo por uma doença, já que não é visível nem uma marca de violência”, disse.

Uma equipe da Polícia Ambiental fez a remoção do peixe com ajuda dos pescadores. Muitos curiosos estavam olhando e espantados com o seu tamanho. O Pirarucu é um dos maiores peixes de água doce do Brasil e pode atingir mais de três metros de comprimento, podendo pesar até 200 quilos.

O maior Pirarucu encontrado até então no açude Itans, foi no dia 8 de novembro de 1999.

Pesando 185 quilos e medindo 2 metros e 55 centímetros, o peixe morreu logo após ser retirado das águas. Sua pesca e comercialização são proibidas, haja vista ser espécie em extinção. 


Vândalos destroem pequenas capelas de "mortos" as margens da BR-226 em Jucurutu

Os atos de vandalismo estão se tornando rotina, até em locais inemagináveis na Regão do Seridó.

No ultimo final de semana vândalos desconhecidos destruíram pequenas capelas em homenagem a mortos que ficam nas margens da BR-226 próximo ao trevo de acesso a cidade de Jucurutu.

Como podemos observar nas imagens várias capelas foram destruídas aparentemente sem motivo algum e diante deste ato de vandalismo alguns familiares de pessoas mortas compareceram a Delegacia de Policia Civil da cidade de Jucurutu para comunicar o fato e pedir uma investigação a este lamentável ato.

O motivação da ação é desconhecida e os indivíduos autores também.


Polícia Civil encontra plantio de maconha na zona rural de Bananeiras/PB

Nossa reportagem teve acesso no final da tarde de ontem terça-feira (24), as imagens feitas pela Polícia Civil, durante o flagrante que foi realizado por policiais civis na zona rural de Bananeiras, brejo paraibano.

Policiais do Grupo Tático Especial da Polícia Civil, 3ª Superintendência/Guarabira, com o Dr. Diógenes, delegado de polícia civil de Bananeiras e o Agente Zé Ailton, da mesma delegacia, desencadearam uma operação que resultou na apreensão de três pés de maconha.

As plantas foram encontradas na localidade de Caboclo, zona rural de Bananeiras, há cerca de 140 km da capital paraibana, João Pessoa-PB.

A informação da existência do plantio naquela localidade chegou a polícia por denúncia anônima. O delegado, Dr. Diógenes, relatou que populares informaram que havia uma movimentação estranha na casa do acusado e ainda disseram achar estranho uma plantação que ficava ao lado do quarto onde o acusado residia.

Os policiais se surpreenderam quando ao realizar a operação se depararam com os três pés de maconha no quintal da residência onde morava Marciel Freire dos Santos, conhecido como Luiz, 21 anos, responsável pela plantação e o cultivo das plantas.


Comando Geral da PM da Paraíba realiza mudanças em batalhões

O tenente-coronel Enéas Cunha Rolin, foi designado para assumir o comando do 3º Batalhão da Polícia Militar da cidade de Patos/PB.

Para o 12º BPM em Catolé do Rocha, onde ele atuava, foi designado o Major Francisco Rubens de Andrade.

As mudanças nos comandos de Batalhões no estado da Paraíba foram determinadas pelo Comando Geral da PM.

Confira outras mudanças:

Para o 5º BPM foi designado o Maj Lívio Sérgio Delgado

Para o 2º BPM foi designado o Ten Cel Souza Neto

Para o 7º BPM foi designado o Maj Cristóvão Ferreira Lucas

Para o BPTRan foi designado o Ten Cel Paulo Sérgio de Oliveira

Para o 1º BPM foi designado o Ten Cel Paulo Almeida da Silva

Para o 13º BPM foi designado o Maj Jurandy Pereira Monteiro


Depois de quebra-quebra, agentes e PMs realizaram revista no presídio de Caraúbas/RN

Policiais militares e agentes penitenciários realizaram na manhã desta quarta-feira (25) , no pavilhão “A” do presídio de Caraúbas/RN, uma revista que terminou com a apreensão de drogas, armas artesanais e celulares.

A revista teve que ser realizada depois de denúncias que chegaram a direção da unidade dando conta da existência de facas e celulares no interior das celas.

Outro fato que chama a atenção é que esta semana, os presos promoveram um quebra-quebra nas celas 4 e 5, inclusive arrancando as grades. Para que a revista fosse feita nestes locais, os presos tiveram que ser alojados no refeitório.


Homem foi morto a tiros na cidade de São Bento/PB

Hoje quarta-feira (25), por volta de 11:00hs da manhâ, foi registrado mais um homicídio em São Bento/PB, a vítima foi identificada como "João Filho"

Segundo informações da polícia, o homem estava na calçada de uma residência próximo ao Salão do Reino dos Testemunhos de Jeová, quando foi surpreendido por vários disparos de arma de fogo que atingiram principalmente a sua face, vindo a óbito no local do crime.

A Polícia Militar foi acionada e neste momento encontra-se em diligências na região no intuíto de identificar e prender os acusados. Este foi o primeiro homicídio registrado em São Bento no ano de 2012.


Absurdo: Fornecimento de energia elétrica em Jardim do Seridó está comprometido desde ontem a noite

Só vai a luz de Lamparina

A população de Jardim do Seridó, desde ontem a noite vem sofrendo com as constantes quedas de energia elétrica.

A nossa equipe de reportagem em contato com a Central de Atendimento da Cosern, a atendente Taciana nos informou que foram várias ligações do municipio reclamando o problema. A informação que nos foi dada, é que uma equipe de técnicos foi enviada aqui para Jardim do Seridó para averiguar o que está acontecendo. A previsão de chegada dos técnios é às 13h. 


Em Sousa: Bandidos aplicam golpe de saidinha de banco e levam quase 5 mil da vítima

Na manhã de ontem terça-feira (24), os bandidos voltaram a aplicar o famoso golpe da saidinha de banco, que lucraram quase 5 mil reais.

Conforme informações, a senhora Damiana Batista Militão, residente no bairro do Angelim estava no interior de uma agência bancária, quando um homem deixou cair um cartão de crédito, sendo apanhado por outro comparsa, que perguntou se o cartão pertencia a Damiana, momento que apareceu o golpista e disse que ira gratificar os dois.

A vítima e os golpistas deslocaram até as proximidades da Praça do Bom Jesus no Centro da cidade, onde um dos bandidos entregou a vítima uma promissória no valor de R$ 19.300,00 e pediu algo como garantia, momento que pegou a bolsa da vítima com quase 5 mil reais e em seguida fugiram tomando rumo ignorado. A polícia foi acionada, mas até o momento nenhuma pista dos golpistas.


Mulher grávida é assassinada com um tiro na cabeça pelo seu companheiro em Sobral

Vítima - Brenda

Homicídio registrado ontem terça-feira (24).  Um crime de morte na rua Ferroviária, na casa de número 502, bairro do Sumaré em Sobral.

De acordo com as primeiras informações da Policia Militar, o acusado do crime foi identificado como, José Airton Alves da Silva, 18 anos. A vitima foi a companheira do acusado, Brenda Helen da Silva,  natural de Sobral, residente na Rua Ferroviária no Sumaré.

O crime aconteceu dentro da casa do casal por volta das 09h30min, motivos pelos quais Jose Airton Alves da Silva matou sua companheira foram banáis, uma vez que o acusado brigava constantemente com a vítima. A Polícia Militar levantou ainda uma informação dando conta de que o homicida era usuário de drogas e quando cometeu o crime havia fumado uma pedra de crack.

Acusado - José Airton

Após o crime o acusado empreendeu fuga tomando rumo ignorado, a PM foi acionada e várias viaturas do Ronda do Quarteirão, bem como do FTA E FORÇA TÁTICA realizaram diligências na tentativa de localizar o acusado, mas até o momento não tinha sido preso.

O corpo de Brenda Helen da Silva, foi recolhido do local após os exames periciais realizado pela Dra. Fátima a qual, relatou que o tiro foi na cabeça e o acusado atirou a queima roupa.  O crime será investigado pela Delegacia Regional de Sobral, onde a autoridade policial deverá abrir inquérito para apurar os motivos.


Justiça concede habeas corpus a ex-diretor do IPEM

Rychardson Macedo

O ex-diretor do Instituto de Pesos e Medidas do RN (Ipem), Rychardson Macedo que foi preso na “Operação Pecado Capital” teve habeas corpus concedido pelo Tribunal Regional Federal da 5ª região, no Recife-PE. De acordo com o advogado Durvaldo Varandas, a soltura de Rychardson deverá ser feita nas próximas horas quando a decisão for repassada para a 2º Tribunal Federal de Natal para ser cumprida.

A decisão pelo hábeas corpus foi aceita pelo TRF devido o período extenso de prisão preventivo que já somava 135 dias. O processo aguardava ainda o depoimento e cerca de 18 testemunhas que não haviam sido ouvida por não estarem no Rio Grande do Norte.

De acordo com o advogado, este foi o segundo pedido de habeas corpus pedido no TRF, anteriormente a defesa havia impetrado outras ações pedindo a prisão domiciliar de Rychardson Macedo.

Relembrando

Deflagrada no último dia 12 de setembro a partir de uma investigação do MPE, a Operação Pecado Capital culminou com a prisão dos irmãos Rychardson de Macedo Bernardo e Rhandson Rosário de Macedo Bernardo, e da mãe deles, Maria das Graças de Macedo Bernardo. A Operação investigou um esquema de desvio de recursos do Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio Grande do Norte (Ipem/RN), no período em que Rychardon era presidente da instituição. Ele é o único que continua preso. O réu foi indicado para a função pelo deputado estadual Gilson Moura (PV).

No dia 23 de setembro, o MPE denunciou nove pessoas pelos crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. No entanto, no dia 4 de novembro, o juiz estadual da 7ª Vara Criminal de Natal, José Armando Junior, declinou sua competência para julgar os processos ao verificar que haveria interesses da União envolvidos na demanda, o que atrairia a competência da Justiça Federal. O processo foi então encaminhado à 2ª Vara Federal de Natal, que tem como titular o juiz Mário Jambo. Os depoimentos referentes ao caso ainda não começaram.

Citado nas interceptações telefônicas do Ministério Público (MP) entre os envolvidos no escândalo de corrupção desvendado pela Operação Pecado Capital, o deputado estadual Gilson Moura declarou, em entrevista a'O Poti/Diário de Natal, que desconhece qualquer esquema montado no Ipem/RN para desviar recursos públicos. No entanto, ele admitiu ter indicado o advogado Rychardson Macedo Bernardo para presidir o instituto, em 2007, durante a gestão da ex-governadora Wilma de Faria (PSB).

O pevista negou qualquer envolvimento nos negócios de Rychardson, que são usados, de acordo com o MP, para lavar dinheiro desviado do Ipem, apesar de admitir ter recebido doação de Bernardo para sua campanha eleitoral. Embora também admita que indicou mais de 50 funcionários para o Ipem, naquele período, o deputado negou que existissem comissionados fantasmas indicados por ele.


Encontrado corpo do homem que morreu afogado nas margens do Rio Piranhas em Jucurutu

Fotos: Damião Oliveira

Um afogamento foi registrado neste final de semana nas águas do Rio Piranhas na zona rural da cidade de Jucurutu na Região Seridó do Estado.

O fato aconteceu no sitio São Bento e teve como vitima a pessoa identificada por José Joel Rodrigues de 57 anos natural de Jucurutu, residente no sitio onde se afogou. O corpo de Joel foi encontrado na manhã desta segunda feira e após serem realizados os procedimentos legais foi entregue a família que realizou o sepultamento nesta mesma tarde no cemitério público daquela cidade


Policiais do GTO de Jucurutu, no local do afogamento no sitio são Braz Municipio de Jucurutu.

Fonte: Cardoso Silva