Combate às drogas não sai do papel

 

 Crianças usando Crack 

O Plano Estadual de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas nunca chegou a se materializar e ter efeitos práticos para a população potiguar. E mais: quase um ano depois de ser designado para elaborar e implementar tal plano, o Comitê Gestor sequer chegou a se reunir para traçar as diretrizes do tema no Estado. Mesmo com as estruturas consideradas deficitárias pelas autoridades no assunto, o planejamento não avançou e a sociedade não dispõe hoje de um serviço que atuem satisfatoriamente na prevenção, tratamento, reinserção social e repressão qualificada de dependentes químicos.

O Decreto 21.899, de 23 de setembro de 2010, previa 30 dias para que Grupo de Trabalho concluísse a proposta, a partir de sua instalação. Nunca foi instalado. O documento prevê um representante e um suplente de cada uma das secretarias e órgãos citados. São cinco pastas do Executivo e outras 14 organizações. Portanto, quase 40 pessoas estariam aptas a participar.

As informações foram repassadas pelo presidente do Conselho Estadual de Entorpecentes (Conen), Magnus Barreto. Segundo ele, não houve reuniões. "O plano não chegou a se materializar. Havia falhas no decreto e também existia problemas com os materiais necessários para executá-lo", disse.

Barreto classifica como deficitária a estrutura que o Rio Grande do Norte dispõe para dar atenção aos dependentes químicos. Para o presidente do Conen, o período de mudança de governo causou atrasos nos planejamentos realizados. "Se uma mulher dependente química necessitar de tratamento, não há local no Rio Grande do Norte para colocá-la", contou.

O Plano iria estabelecer a metodologia de enfrentamento principalmente ao crack, mas também a outras drogas. Além disso, seriam definidas metas, prioridades e ações do tema nas cidades do Estado.

O titular da Delegacia Especializada de Narcóticos (Denarc), Odilon Teodósio, tem o trabalho elogiado, mas são feitas ressalvas. "Ele tem o trabalho destacado, se esforça bastante. Mas enfrenta carência de materiais para potencializar as investigações sobre tráfico de drogas", acrescenta Magnus Barreto.

O presidente do Conen, no entanto, destaca que as secretarias permanecem realizando trabalhos, mas não de forma integrada como previa o decreto do então governador Iberê Ferreira de Souza. "A governadora tem o combate às drogas como prioridade e as secretarias de segurança e saúde também trabalham nessa perspectiva", informou.

O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) se destaca quando o assunto é policiamento preventivo. "O Proerd tem atuação destacada nas escolas do Estado. Há muito de estrutura familiar envolvida com a utilização de drogas. Precisamos chamar atenção para isso".

O presidente do Conen esclarece que o conselho não possui atribuição executiva, tendo a responsabilidade de deliberar políticas sobre o enfrentamento a drogas e intermediar contato com outras entidades não-governamentais.
 


Polícia indicia 8 pessoas por morte de presidente do PT no interior

 

Vítima  e local do crime

Oito pessoas foram indiciadas criminalmente pelo delegado Odilon Teodósio na primeira parte do inquérito que investiga o assassinato do presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) de Serra do Mel, Ednaldo Filgueira, 36 anos. Ele foi executado a tiros na noite de 15 de junho deste ano, quando saía da sede do "Jornal Serrano", de sua propriedade, em Serra do Mel. As investigações apontam para uma motivação político-partidária no crime e uma relação com as matérias publicadas por Ednaldo em seu jornal. Mandantes e mais pessoas envolvidas no plano de execução serão conhecidos dentro de 40 dias, quando a Polícia Civil promete concluir o restante da investigação.

O inquérito foi entregue ontem, no Fórum Desembargador Silveira Martins, pelo delegado Odilon Teodósio, responsável pela investigação de todo o caso. Cícera Soares da Costa, proprietária do restaurante Padre Cícero, em Serra do Mel, foi indiciada, juntamente com Rafânio Brito de Azevedo, Raniely Brito de Azevedo e Daniel dos Santos Azevedo, como autores intelectuais do crime. "Não são os mandantes. Eles arquitetaram todo o plano e conseguiram o pessoal para fazer o serviço", disse o delegado. Abnadabe Nunes Ismael Pereira da Silva (Foguinho), Francisco Fábio Ferreira (Galego), Paulo Ricardo da Costa (Paulinho) e Marcélio de Sousa Moura também foram indiciados, apontados como envolvidos diretamente na execução do presidente do PT de Serra do Mel.

Todos foram indiciados pelo crime de homicídio qualificado e formação de quadrilha, além de outros atenuantes. Mas o trabalho não possui ainda um ponto final. A dúvida sobre quem mandou matar Ednaldo Filgueira deve ser desfeita dentro de 40 dias, quando o delegado Odilon Teodósio promete encerrar a segunda etapa da investigação. "Não podemos adiantar ainda algumas coisas", disse. Ele explicou que Cícera Soares da Costa já havia sido casada com um irmão de Rafânio Brito de Azevedo, e teria "instigado" os irmãos Rafânio e Raniely a contratar as pessoas que pudessem executar Ednaldo. "Principalmente por causa de coisas que a vítima publicava em seu jornal que desagradavam os interesses políticos defendidos por Cícera e seu pessoal", explicou Odilon Teodósio.

Acusados envolvidos em outros crimes

Os sete homens indiciados pela Polícia Civil por envolvimento no assassinato de Ednaldo Filgueira mantinham uma relação antiga em crimes praticados na Serra do Mel e cidades da região Oeste potiguar. Assaltos a ônibus, alternativos, roubo de cargas e execuções fazem parte da lista de crimes que o grupo é suspeito, de acordo com a Polícia Civil. "A Vila Guanabara, na Serra do Mel, era o foco da bandidagem. Eles se reuniram e ficavam escondidos por lá. Como naquela área a cobertura de telefonia celular é deficiente, ficava mais fácil eles se esconderem da investigação policial", comentou o delegado Odilon Teodósio.

Rafânio Brito de Azevedo, um dos homens principais do grupo, já tem condenações por crime de assalto nos municípios de Assú e Areia Branca. "Eles já estiveram envolvidos em crimes na região de Caraúbas, Assú, Serra do Mel e outras cidades próximas. Quando surgiu o plano de executar Ednaldo, Rafânio e os outros entraram em contato com os comparsas que podiam executar o serviço", disse.

No dia 5 de julho, as Polícias Federal e Civil prenderam Rafânio, Abnadabe, "Galego", Paulinho e Marcélio, durante uma operação realizada nas cidades de Natal, Mossoró e Serra do Mel. Com o grupo foram apreendidas oito armas, sendo quatro espingardas de calibre 12 e quatro revólveres de calibre 38, além de munição. Durante os exames de balística ficou comprovado o uso de algumas dessas armas na execução de Ednaldo Filgueira, no dia 15 de junho deste ano, no município de Serra do Mel.
 


PF prende 23 por sonegação

Uma investigação iniciada ainda na década de 1990 resultou na descoberta de uma das maiores fraudes fiscais já constatadas no Brasil. O esquema conta com a participação de 300 empresas instaladas no País e no exterior e é responsável por um rombo nos cofres públicos estimado em pelo menos R$ 1 bilhão apenas em impostos federais, valor que deve subir com cálculo da sonegação de tributos estaduais. Ontem, operação conjunta da Polícia e Receita Federais resultou na prisão de 23 pessoas e no confisco de bens que incluem uma ilha de 20 mil metros quadrados em Salvador (BA), além de lanchas, jatos e helicópteros, carros de luxo, caminhões, carretas, imóveis residenciais e parques industriais completos, com prédios e máquinas, e 2,5 quilos em barras de ouro. Os envolvidos são acusados de sonegação fiscal, falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, entre outros crimes que ainda estão em apuração.

Policiais federais recolhem documentos em empresa baiana investigada por sonegação de impostos. A Operação Alquimia foi desencadeada pela manhã em 17 Estados - Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Alagoas, Amazonas, Ceará, Espírito Santo,Goiás, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Piauí, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Sergipe - e no Distrito Federal, com 650 agentes da PF, além de auditores da Receita.

As equipes tinham 31 mandados de prisão, 129 de busca e apreensão, 63 de condução coercitiva - levar alguém para depor - e ordens judiciais para sequestro de bens de 62 pessoas e 195 empresas. Todos expedidos pelo juiz Bruno Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora (MG), onde a investigação começou.

O delegado Marcelo Freitas, que coordenou a ação pela PF, não quis revelar nomes, mas o Grupo Estado apurou que os principais alvos da operação são as empresa Sasil, com sede em Salvador (BA), e a Varient, que tem sede em São Paulo e foi adquirida pelo grupo baiano no ano passado. A Sasil é presidida pelo empresário Paulo Sérgio Costa Pinto Cavalcanti, que seria o proprietário da ilha confiscada em Salvador.

O delegado confirmou apenas que há envolvimento de factorings e outros tipos de negócios investigados, mas a maior parte das empresas atua "na produção, armazenagem, compra, venda, importação e exportação de produtos químicos". "Uma quantidade enorme de produtos químicos", salientou o policial.

Marcelo Freitas contou também que as investigações revelaram que, entre as 300 empresas usadas pela quadrilha, 50 delas movimentaram mais de R$ 500 milhões apenas entre 2005 e 2009. Entre as empresas investigadas, apenas 11 que já têm o crédito tributário constituído pela Receita Federal foram autuadas em R$ 120 milhões.


Acusado de praticar homicidio contra vereador em Jucurutu/RN foi preso no Mato Grosso do Sul

Na Foto: Robson Fabiano Lopes de Araújo

O comerciante, seridoense, ROBSON FABIANO LOPES DE ARAÚJO, 38 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira, 17 de agosto, por policiais do grupo GARRAS, que cumpriam mandado de prisão expedido pela Justiça da comarca de Jucurutu/RN.

O preso é acusado de matar no dia 03 de março de 1998, por volta de 0h20min da madrugada, no Sítio Barros, no Distrito de “Boi Selado”, em Jucurutu, com disparos de arma de fogo, o líder comunitário, Augusto Francisco de Moura, na época com 48 anos. De acordo com a denúncia do Ministério Público, outras duas pessoas estavam em sua companhia no dia do fato.

Robson Lopes Araújo, estava foragido usando documentos falsificados. Atualmente ele vivia na cidade de Chapadão do Sul/MS, se passando por Renato Lopes Vieira, um comerciante que comprava e vendia gado, veículos e imóveis.

Sua localização só foi possível porque no mês de julho passado, seu enteado teve que fazer exames para aquisição da Carteira Nacional de Habilitação. Isso chamou a atenção da Polícia Civil de Natal, (DECAP). Em diligências foi possível à localização de Robson.

Em sua residência os policiais encontraram vários documentos adulterados, como uma certidão de nascimento em nome de Robson Fabiano Lopes de Araújo, com data de nascimento de 23/09/67, na cidade de Juazeiro/Bahia; uma cédula de identidade em nome de Robson Fabiano Lopes de Araújo, emitida pelo Estado de Pernambuco; RG nº. 9465743; cédula de Identidade em nome de Renato Lopes Vieira, emitida pelo Estado do Pará; RG nº6242384; cédula de identidade emitida em nome de Fabiano Lopes Vieira emitida pelo Estado do Pará e RG nº. 6016424. Todas as cédulas de identidade estão com a fotografia do preso.

De acordo com o que consta no processo disponível no site do Tribunal de Justiça, houve uma sentença de pronúncia e duas pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público por envolvimento no crime.

O representante ministerial ofereceu denuncia contra Robson Fabiano Lopes de Araújo e Márcio de Araújo Soares, porém somente este último foi submetido a julgamento popular, sendo inclusive absolvido da acusação de autoria intelectual.

Sobre o crime, a polícia apurou na época que a vítima foi pega de surpresa em sua própria residência quando estava dormindo. Foi acordado por uma voz masculina que o chamava alegando trazer-lhe um recado. Quando ele se levantou e apareceu na porta foi atingido por três disparos de arma de fogo.

Com Informações: ADEPOL E TJ/RN - Reportagem: Eduardo Dantas

Grave acidente na BR 230 deixa motorista da Prefeitura de Sousa preso entre às ferragens

Um grave acidente aconteceu na tarde de ontem quarta-feira (17), na BR 230, nas imediações da Casa do Caminho, sentido Sousa/SãoGonçalo, envolvendo um Fiat, cinza, pertencente à Secretaria de Saúde do Município de Sousa, deixando o condutor Erismar Marques Diniz, entre as ferragens.
 
Informações preliminares apontam que o Fiat foi ultrapassar outro veiculo quando viu uma caminhonete carregada com animais com o semi-eixo quebrado as margens da BR 230. No momento da ultrapassagem vinha no sentido contrário um caminhão Baú que chegou a bater de frente com o Fiat.

O condutor do Fiat ficou entre as ferragens, o caminhão Baú desceu o barranco o motorista do auto-carga Valdir Monteiro, nada sofreu.

Corpo de Bombeiros, SAMU estiveram no local, resgataram a vítima entre as ferragens, e conduziu a mesma para o Hospital Regional de Sousa.

 
Fonte: Folha do Sertão

Policia Militar de Jardim do Seridó pode ser transferida para outro local provisoriamente.

Capitão Moacir

O comandante da 2ª Cia da PM de Jardim do Seridó, Capitão Moacir em contato com o Blog, nos informou que enviou ofício para o comando geral da PM no Rio Grande do Norte pedindo a transferência do efetivo da Polícia Militar para funcionar em novas instalações provisoriamente enquanto não é construído a sede da 2ª Companhia em Jardim.

Segundo Capitão Moacir, o prédio que abriga hoje o efetivo da PM não oferece mais condições de espaço para o trabalho. O local onde funcionará as novas instalações é no centro da cidade na Rua Otávio Lamartine, os prédios inclusive, já foram doados pelo município.

São três prédios do município onde funcionava a Farmácia Popular, SUCAN e a Tributação do Estado. O Capitão esteve visitando o local essa semana com o soldado Adriano e vendo o que será necessário na reforma dos prédios para ter um local com mais condições de trabalho.

Os três prédios que foram cedidos

Agora  o Capitão aguarda resposta do comando geral da PM no Rio Grande do Norte. Se realmente a transferência da PM para outro local acontecer, vai obrigar o Estado a designar um Delegado e Agentes que possam permanecer na cidade como Policia Civil.

Hoje felizmente só temos um escrivão, Jaime Costa, não tendo agentes para realizar o trabalho da polícia civil (investigação), tirando os policiais militares de suas funções para realizar um trabalho que não é de responsabilidade da PM.
 


Vídeo: Idoso é acusado de estuprar criança de 11 anos


Policias apreendem maquinas caça-níqueis

Policiais realizando a apreensão

Na manhã de ontem (16) o município de Sitio Novo foi alvo de uma ação realizada por policiais militares do Batalhão de Santa Cruz que acabou na apreensão de duas maquinas caça-níqueis.

A ação aconteceu por volta das 10hs, quando cerca de oito policiais chegaram à cidade após uma denuncia anônima que logo foi comprovada pela abordagem dos policias no estabelecimento localizado no centro da cidade.

Ao adentrar no estabelecimento os policiais logo fizeram a apreensão das maquinas e como o proprietário do estabelecimento não se encontrava no momento da ação dois irmãos que se identificaram como responsáveis pelo local na ausência do proprietário foram levados para Santa Cruz onde prestaram depoimento e em seguida foram liberados.
 


Operação Serra de Santana

Veículos apreendidos

Na tarde de ontem (16/08), o Serviço Reservado da 3ª CIPM com auxílio do Sargento Jean Carlo localizou na cidade de Lagoa Nova 01 moto Honda Bros 2010 de placa NSR-6429-Uruara/PA, que tinha o chassi e o motor adulterados e  estava com senhor de 63 anos que foi mais uma vítima da quadrilha que age em cima da Serra de Santana. O senhor de idade disse que comprou a motocicleta por 6.000 reais a um cidadão (Não terá o nome revelado por estar sobre investigação), bem abaixo do preço de mercado que pode chegar até R$10.000 reais.

Na noite da segunda-feira (15/08), um veículo Fox de placas MNO-6023-Campina Grande/PB já tinha sido devolvido na Delegacia. O carro estava com toda a documentação em dia, com recibo, inclusive a vítima pediu para não ser revelado, que comprou o veículo e pagaria a última parcela da negociação que fez com um dos acusados que age em Lagoa Nova e iria transferi-lo no final do mês.

O Serviço de clonagem foi quase perfeito, sendo necessária uma perícia minuciosa para se comprovar a fraude. A Polícia acredita na participação de funcionários do Detran, principalmente na Paraíba. O sargento Jean Carlo acredita que é só o começo e que a quadrilha age em vários estados do Nordeste. O serviço reservado continuará com as investigações por tempo indeterminado e conta com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.


Reservatórios da Região do Seridó serão monitorados em agosto

Vinte e três municípios da região do Seridó têm a qualidade da água distribuída pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), será monitorada em agosto pela Gerência de Qualidade da Água e Meio Ambiente.

Ao todo, mais de 110 amostras do líquido estão sendo coletadas pela empresa de saneamento para serem examinadas no Laboratório Central da Caern. "Já estamos realizando a análise em 40 delas, provenientes de sete cidades", informa o biólogo Ederson Williams de Figueiredo Nunes, chefe da unidade. As amostras classificam-se entre água bruta, tratada, de poços, mananciais de superfície, filtros e reservatórios.

As cidades envolvidas neste levantamento técnico são Caicó, Currais Novos, Cruzeta, Equador, Ipueira, Jardim de Piranhas, Ouro Branco, Santana do Seridó, São Fernando, São João do Sabugi, São José do Seridó, Timbaúba dos Batistas, Jardim do Seridó, Parelhas, Acari, Bodó, Carnaúba dos Dantas, Cerro-Corá, Florânia, Jucurutu, Lagoa Nova, São Vicente e Tenente Laurentino Cruz. O maior sistema de abastecimento de água da região é a adutora Serra de Santana. A coleta dos recipientes vai começar a ser feita na segunda semana de agosto.


Sapuriu apronta novamente e é detido em Currais Novos

Acusado Sapuriu

Foi detido na tarde desta quarta-feira (17/08) pela Polícia Militar, Francisco Cláudio Dantas dos Santos (Sapuriu), 34 anos, residente na Rua Rio São Bento, 229, Bairro José Bezerra de Araújo, Currais Novos, acusado de iniciar um quebra-quebra dentro da residência.

Segundo os familiares, Sapuriu chegou em casa embriagado e começou a confusão com 02 sobrinhos e depois de brigar com os adolescentes começou a quebrar os eletromésticos quando foi detido pelos os Policiais e encaminhado para a delegacia. O acusado cumpre pena no regime semi-aberto e segundo familiares, não estava indo dormir no CDP (Centro de Detenção Provisório).

Além do álcool, Sapuriu é viciado em drogas inaláveis (Cola de sapateiro e solvente) e já foi detido várias vezes por desordem.

Fonte: Por Sd PM J. Júnior


Em Caicó, 14 PMs deixam a delegacia

Comandante do 6º BPM Coronel Cipriano

A decisão de convocar os policiais militares que estava trabalhando nas delegacias de polícia civil do Rio Grande do Norte, também afeta Caicó. Aqui, 14 policiais devem se apresentar nesta quarta-feira, 17 de agosto, no quartel do 6° BPM.

De acordo com o tenente-coronel Antônio Cipriano de Almeida, os policiais que estavam na delegacia de Caicó (13), e de Jucurutu (1), voltam para fazer o trabalho ostensivo, essência da PM.

A retirada dos PMs das delegacias começou na segunda-feira, passada. As primeiras mudanças ocorreram em Mossoró e cidades vizinhas, inviabilizando o funcionamento de praticamente todas as delegacias da região.

Exemplo foi em Apodi, onde o atendimento foi suspenso. Em Areia Branca, 180 processos ficarão parados. Os delegados de Pau dos Ferros e Alexandria já anunciaram que vão “fechar” as portas.


“Para quebrar o PCC é preciso cortar a fonte de renda”

Um dos caminhos para impedir o avanço do crime organizado no Rio Grande do Norte é cortar a principal fonte de renda: o tráfico de drogas. O pensamento foi exposto pelo comandante do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) de São Paulo, capitão Adriano Giovaninni, que concedeu entrevista sobre a instalação do Primeiro Comando da Capital, o PCC, no Rio Grande do Norte.

De acordo com o oficial da Polícia Militar paulista, todo o sistema deve se envolver na luta contra o crime organizado, como agentes penitenciários, policiais militares, civis e polícia técnica. “É preciso fechar a torneira no aspecto financeiro. Só assim, esse movimento será enfraquecido. É isso que a Polícia Militar tem feito em São Paulo”, revela.

No último domingo, o Portal BO publicou uma reportagem exclusiva informando que o PCC tem pelo menos 80 integrantes no Rio Grande do Norte, a maioria dentro da penitenciária de Alcaçuz. A organização criminosa foi fundada nos presídios de São Paulo no início da década de 90.

O capitão Adriano Giovaninni, que já comandou várias operações contra o crime organizado, explica que o dinheiro do tráfico de drogas é a base para financiar vários outros crimes. “Um dos caminhos que tem sido tomado em São Paulo é a ocupação de favelas, onde o tráfico é mais forte”.

Questionado sobre qual seria a forma de impedir ainda mais a difusão do PCC dentro dos presídios do Rio Grande do Norte, o comandante do GATE afirmou que é preciso implantar o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD), no qual os presos são isolados e ficam detidos em celas únicas.

“Esse tipo de regime tem contribuído bastante para impedir que os líderes do crime organizado se articulem e planejem ações”, comenta. Apesar disso, o oficial da Polícia Militar de São Paulo ressalta que é quase impossível controlar o relacionamento entre os bandidos, principalmente, porque eles se utilizam de familiares e até advogados.


Idoso é acusado de estuprar criança de 11 anos

 Acusado Zé Pretinho

Um senhor de 60 anos, residente à rua Pedro Jacó, em Belém no Brejo da Paraíba, está sendo acusado de estuprar uma criança de 11 anos de idade, ontem terça-feira (16).

De acordo com a vítima, o estuprador José Batista das Neves, mais conhecido como Zé Pretinho, vizinho da família, chegou à residência da menor acompanhado do filho e, na ausência da mãe, invadiu a casa e partiu para cima da vítima.

Depois de cometer o estupro, o acusado ameaçou a menina e disse que se ela abrisse a boca para dizer o que havia acontecido ele negaria tudo.


Rapaz é assassinado a tiros no Centro de Patos/PB


 

 Nêgo da Jamaica morto

Após um pequeno período de trégua, mais um homicídio foi registrado em Patos. O crime aconteceu ontem terça feira (16), na rua do Prado, no Centro da cidade. Marimar Carneiro Batista, 41 anos, vulgo “Nêgo da Jamaica” foi morto com três disparos de arma de fogo que o atingiram na região do tórax.

Segundo o sargento Eilson, a polícia foi informada de que dois rapazes em uma moto Honda Broz de cor escura teriam efetuado vários disparos de arma de fogo na rua do Prado, que vieram a vitimar Marimar. O delegado Edson Pedrosa esteve no local e informou que a vítima já era conhecida da polícia e que já tinha sido preso por pequenos furtos.

A polícia realizou rondas, mas até o momento sem sucesso. Com esse homicídio já são 35 assassinatos registrados em 2011 na cidade.


Grupo Tático Especial da Policia Civil realizou operação "pente fino" no Presidio de Patos/PB

 
O Grupo Tático Especial (GTE) da Polícia Civil de Patos realizou na manhã desta terça-feira (16) uma verdadeira varredura no interior do Presídio regional e conseguiu localizar vasto material de uso proibido em algumas celas da Unidade Prisional.

Sete apenados serão indiciados já que a maioria do material foi encontrada nas celas ocupadas por eles. Dentro delas, as equipes, com o apoio de vários Agentes Penitenciários capitaneados pelo diretor do Presídio, Estênio Dantas, conseguiram apreender, 46 (quarenta e seis) celulares, 43 (quarenta e três) espetos, 01 (uma) balança de precisão, 100 (cem) pedras de crack, mais 1 (um) tablete com algo em torno de 150g, 19 (dezenove) maricas (cachimbo artesanal utilizado no consumo), 28 carregadores de celulares, cocaína e vários objetos cortantes e pontiagudos fabricados artesanalmente, supostamente para serem utilizados no combate aos rivais.


Shaolin consegue seguir a gente com olhar, disse irmão do humorista

Shaolin

O irmão do humorista Shaolin, Valdo Veloso, disse ontem terça-feira (16), que os médicos atestaram melhoras no quadro clínico do paraibano. Segundo Veloso, o neurologista que está acompanhando o humorista está muito seguro e informou há constantes evoluções no estado de saúde de Shaolin.

Ele dorme durante toda a noite, desperta pela manhã e consegue seguir a gente com o olhar. De acordo com Veloso, o irmão não teve perda da massa cefálica nem afundamento do crânio, mas devido ao trauma ele está impossibilitado de interagir.

Ele vai voltar. É no tempo de Deus, agora mais do que nunca. Deus vai permitir que ele volte pra gente da forma que ele era, tenho certeza”. Desabafou esperançoso o irmão de Shaolin.
 


Ordem de assalto às casas de luxo da Capital vem de presídios da Paraíba, confira fotos dos chefes do crime

Kelson - líder do grupo e o mais agressivo

O grupo de menores apreendido, acusado de vários assaltos nos bairros nobres de João Pessoa, é comandado por criminosos presos em vários presídios da capital e chefes da facção Al Qaeda.

De acordo as investigações, os detentos identificados pelos prenomes de ‘Dom’, ‘Tuchê’ e ‘Leo’, ordenam os arrastões em casas de luxo, tendo em vista o poder aquisitivo dos familiares. O objetivo deles é roubar jóias, dinheiro e eletroeletrônicos para fortalecer a facção na compra de armas e drogas.

Dom ( preso pelo GOE acusado de explosões a bancos) e Léo

Conforme detalhou a Polícia, a quadrilha detida é parte da ramificação que está agindo na Capital. Um dos chefes identificado por ‘Kelson’ estaria recrutando outros menores para integrar o bando.

Suspiro ( morto pelo amigos criminosos ) e Tuxê ( um dos assaltantes) mostrando jóias roubadas

A 'Gangue dos Menores' poderá ter participação em homicídios ocorridos em João Pessoa. Os integrantes residem na comunidade Boa Esperança, na Capital e Mario Andreazza, em Bayeux.

A apreensão dos menores só foi possível, por causa de uma operação em conjunto do 5º BPM, Força Tática, Gate e Serviço de Inteligência. O comando do cerco policial tem a frente o tenente-coronel Sousa Neto.

Quadrilha posando para foto e exibindo material do roubo

Relatos de algumas vítimas apontam que o bando era agressivo e durante as ações espancava, amarrava e trancava as pessoas durante os assaltos. A agressividade dos criminosos não poupava nem as crianças.

Confira algumas das casas assaltadas pela quadrilha:

30 de novembro 2010 - o grupo invadiu a casa senhora Clemilda no bairro de Altiplano.

06 dezembro 2010 - os menores invadiram a residência da médica Hélida Rejane – que foi seqüestrada - no bairro em Tambauzinho.

10 de dezembro 2010 -  roubo a casa do cirurgião conhecido como Saulo

22 de dezembro 2010 - casa invadida no bairro de Cruz das Armas, onde uma criança desmaiou ao ver o pai sendo espancado.

7 janeiro de 2011 -  o grupo invadiu uma residência no Altiplano Cabo Branco. Os acusados colocaram uma arma na boca de uma das vítimas.
 


Polícia Militar impediu que homem matasse o próprio filho de apenas um ano em Cajazeiras

A Polícia Militar, após uma ação rápida, impediu que uma tragédia acontecesse na tarde de ontem terça-feira (16), em Cajazeiras.

O acusado Damião Gerlânio da Silva Santos, 26 anos, casado, desempregado, morador da Rua Sebastião de Lima, Bairro Por do Sol em Cajazeiras, estava planejando cometer um crime de homicídio contra o próprio filho de um ano, e depois cometer suicídio.

Conforme informações a senhora Ana Cecília Salvador Dias, 22 anos, casada, auxiliar de Serviços Gerais, que convive com o acusado, o sujeito estava descontrolado, e a todo tempo dizia que ia matar a criança e depois ia se suicidar.

A Polícia Militar foi acionada e de imediato esteve na residência do indivíduo, onde conseguiu dominá-lo e evitar que algo de grave acontecesse.

A criança foi levada até o conselho Tutelar da cidade de Cajazeiras. Já o acusado foi conduzido até a Delegacia, e em seguida foi liberado.

A mãe da criança não foi até a Delegacia prestar queixa sobre o caso, temendo que o acusado pudesse ameaçá-la.

Charley Garrido
Folhadosertao

 


131º Morte de forma violenta em Mossoró em 2011

Vítima no local do crime

A Central de Operações da Policia Militar registrou mais um crime de homicidio na manhã de quarta-feira, 17 de agosto de 2011, na favela do tranquilim em Mossoró.

Johson de Paiva Maia de 21 anos, foi encontrado morto em um matagal na favela do tranquilim. Moradores encontraram o corpo por volta das 6h da manhã de hoje e acionaram o Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp). Os Policiais reconheceram a vítima que era acusada de vários crimes.

“Ele era conhecido por praticar vários crimes, principalmente pequenos assaltos a postos de combustíveis e lanchonetes, por exemplo.”, contou o Soldado Getsemani que participou da operação. No momento em que a polícia chegou o corpo estava enrolado por duas redes e um lençol.

O tecido também foi utilizado para amarrar os braços da vítima. A equipe pericial do ITEP e os policiais utilizaram uma faca para cortar os nós. Apenas um ferimento de bala foi encontrado na parte posterior da cabeça;

O perito do ITEP que esteve no local, Renildo Marcelino, afirmou que num primeiro momento a única informação que pode ser confirmada é que a vítima não foi morta naquele local.

Um irmão de Jonhson que preferiu não revelar o nome, disse que ele estava foragido havia algum tempo. No ano passado, durante as eleições presidenciais, ele chegou a entregar porque estava sendo ameaçado de morte. Depois de ser preso, fugiu novamente. A polícia ainda não tem suspeitos da autoria do crime.