Pagamento da segunda parcela do 13º pelo INSS começa no dia 26

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vão receber a segunda parcela do 13º salário a partir do próximo dia 26. A primeira foi paga com antecipação, entre o dia 27 de agosto e 10 de setembro.

O depósito do abono de Natal, de acordo com informações da Folha de S. Paulo, segue o calendário de pagamento dos benefícios e vai até o dia 7 de dezembro.

Tem direito ao 13º quem, durante o ano, recebeu benefício previdenciário de aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão ou salário-maternidade. Aqueles que recebem benefícios assistenciais, como Benefício de Prestação Continuada e Renda Mensal Vitalícia, não têm direito ao abono anual.

Na primeira parcela, quem já era aposentado ou pensionista em janeiro deste ano recebeu exatamente metade do valor de seu benefício. Portanto, o valor final do pagamento feito a partir deste mês será o benefício menos o Imposto de Renda, se houver, e o que já foi pago pelo INSS na primeira parcela.

Por Notícias ao Minuto


‘Tem prefeitura que mandou o médico embora para pegar o cubano’, diz Bolsonaro

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse neste domingo, 18, que o presidente Michel Temer está tratando da questão da saída dos médicos cubanos do programa Mais Médicos. Bolsonaro afirmou que será necessário avaliar os casos das centenas de municípios que ficarão sem profissionais, pois, segundo ele, alguns dispensaram seus médicos para ingressar no programa federal.

“Eu não sou presidente. Dia 1° (de janeiro, após a posse), nós vamos apresentar o remédio para isso, mas o presidente Temer já está trabalhando nesse sentido”, disse.

Segundo ele, algumas prefeituras mandaram embora seus médicos para receber um profissional, com o custo assumido pelo governo federal.

“Tem prefeitura que mandou o médico embora para pegar o cubano. Quer ficar livre da responsabilidade. A saúde também tem sua responsabilidade”, disse, frisando que a convocação de profissionais do Exército só é feita em caso de necessidade.


Ninguém acerta e Mega-Sena acumula para R$ 43,5 milhões

O concurso número 2098 da Mega-Sena sorteou na noite deste sábado, 17, os seis números da premiação máxima da lotérica da Caixa Econômica Federal (CEF). Ninguém acertou toda a sequência. O próximo sorteio, acumulado, na quarta-feira (21), deve pagar R$ 43.500.000,00.

Os números sorteados foram: 02 – 08 – 18 – 27 – 38 – 60. Oitenta e cinco apostas acertaram 5 números e são ganhadoras de R$ 33.312,96. O valor da quadra, de 4 números acertados e com 6551 apostas ganhadoras, é de R$ 617,48.


Lixão em Caicó volta a incendiar e população de São Fernando reclama

A tarde deste domingo (18) não foi tão positiva para a população que mora em São Fernando. Tudo isso porque por volta de meio dia um novo incêndio tomou conta do terreno que é colocado o lixão do município de Caicó e a fumaça segue direto para o município são-fernandense, o que prejudica a população com problemas de saúde.

A reportagem esteve tanto no lixão em Caicó quanto na cidade de São Fernando e constatou a situação, que tem se agravado nos últimos tempos. Em Caicó, catadores de materiais recicláveis que estavam no local afirmaram que o incêndio não foi criminoso, mas sim provocado de forma natural.

“A gente estava almoçando quando de repente o fogo começou e saímos com baldes de água para tentar apagar, mas não conseguimos. Aqui no lixão ninguém colocou fogo, até porque nós trabalhamos aqui e não deixamos nenhuma pessoa incendiar esse local. O que aconteceu é que aqui tem muitas lentes de óculos com muito grau e elas refletem com o sol, que já está muito quente, e o fogo começa no papel e vai seguindo para outros materiais”, disse Josias Francisco.

Já em São Fernando, a população tem reclamado constantemente dos focos de incêndio e da fumaça que atinge diretamente os moradores. “A fumaça chega aqui muito forte e os problemas de saúde começam. Tosse, olhos lagrimejando, garganta arranhando e muitos outros problemas. No dia em que tem essa fumaça pode ir nos postos de saúde no outro dia e já tem filas lotadas de pessoas com problemas”, destacou João Marcos, morador.

Por Blog do Seridó


Mais de 100 aeronaves e 14 países participam de exercícios de guerra em Natal

Começa neste domingo (18) e vai até o dia 30, em Natal, a 8ª edição do Exercício Cruzeiro do Sul (CRUZEX) – treinamento militar organizado pela Força Aérea Brasileira (FAB) que simula situações de guerra moderna. Exército e Marinha também participam. Esta edição reúne mais de 100 aeronaves, além de militares e observadores representantes de 14 nações.

Brasil, Canadá, Chile, França, Peru, Uruguai e Estados Unidos estão presentes com militares e aviões. Já Bolívia, Índia, Suécia, Reino Unido e Venezuela participam como observadores. Portugal trará militares de forças especiais e, ao lado de Alemanha e França, ministrará palestras em um seminário sobre o emprego do poder aéreo em missões da Organização das Nações Unidas (ONU).


Bandidos explodem caixas de banco no RN

Terminais de autoatendimento da Caixa Econômica Federal foram explodidos na madrugada deste domingo (18) dentro de uma galeria comercial na Av. Deodoro da Fonseca, na Zona Leste de Natal. A explosão causou destruição no local e danificou lojas vizinhas.

Segundo a PM, o crime aconteceu por volta das 2h30. Moradores da região acordaram assustados com o barulho da explosão e ligaram para o 190. Alguns disseram que viram cinco homens em um Fiat Uno de cor branca em fuga logo após terem ouvido três explosões e vários disparos de arma de fogo. Também houve relatos de que os criminosos fugiram em quatro carros, sendo um deles um táxi. E ainda houve um homem que contou que bandidos encapuzados e de armas longas escaparam em um Gol preto.

A Galeria Solar Cidade Alta fica em frente ao supermercado Nordestão. Não há informações se os bandidos levaram o dinheiro do terminal.


Reservas hídricas do Rio Grande do Norte só vão até setembro de 2019

O diretor-presidente do Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (IGARN), Josivan Cardoso, afirmou que a barragem Armando Ribeiro Gonçalves não corre risco de entrar em volume morto ainda neste ano ou mesmo antes do período chuvoso do próximo ano. Segundo ele, mesmo que não ocorra qualquer recarga no inverno de 2019, a barragem ainda conseguirá chegar ao mês de setembro de 2019 antes de entrar em volume morto.

Josivan Cardoso disse também que não se pode prever um eventual colapso no abastecimento do RN. Ele esclarece que no período anterior à quadra invernosa deste ano, o estado chegou ter apenas 12% do total das reservas hídricas estaduais superficiais, nos grandes reservatórios, que são monitorados pelo Igarn. Consequentemente, isso prejudicou os abastecimentos de diversas cidades potiguares, além dos usos diversos e produções, porque realmente não havia água em quantidade e qualidade para manter os abastecimentos dentro de uma regularidade.

“Neste ano, estamos com 24% do total das nossas reservas hídricas, estamos mantendo todo o controle realizando o monitoramento cotidiano dos volumes, fiscalizações para coibir usos indevidos, realizando rodízios em cidades com maior dificuldade de abastecimento e algumas cidades com o uso dos carros-pipa, devido à já entrada em colapso, pois a situação hídrica é regionalizada. Não se pode estimar um colapso de uma maneira geral porque em algumas regiões os reservatórios tiveram melhor recarga e poderão manter os abastecimentos”, disse.

Para o diretor-presidente do Igarn, o plano emergencial de segurança hídrica também prevê abastecimentos de forma alternativa por adutoras emergenciais que foram construídas, além da implantação de poços onde isso foi possível. Com isso, foi possível uma melhoria, pelo menos, para mitigar a situação de abastecimento quando da redução dessas reservas hídricas como está havendo em algumas cidades.


Justiça do RN decreta prisão preventiva de suspeito de matar mototaxista

A Justiça decretou a prisão preventiva de um suspeito de ter matado o mototaxista Gerson Kennedy Ferreira, de 23 anos. O corpo da vítima foi encontrado nesta quinta (15) em Goianinha. Ele estava desaparecido desde a última segunda-feira (12) em Goianinha. A polícia acredita que ele foi morto a pauladas.

Segundo a Polícia Civil, o suspeito é o homem que teria contratado Gerson para uma viagem. "Segundo depoimento das testemunhas, o investigado alegou que não possuía o valor de R$ 35 acordado pela viagem e resolveu matar o mototaxista e ficar com a moto", disse o delegado responsável pelo caso, Wellington Guedes.

Gerson morava e trabalhava no município de Santo Antônio. De acordo com familiares, Gerson começou a trabalhar aos 18 anos de idade. Desde que ele desapareceu, amigos e colegas se organizaram para fazer buscas em Goianinha - último destino dele, antes do crime.

A polícia investiga o crime e tenta identificar o último passageiro a pegar uma viagem com Gerson. Os investigadores contam com um vídeo que mostra o momento em que o homem se aproxima do mototaxista e aparentemente explica o destino para onde ia. Em seguida, os dois deixam o ponto de mototáxi. As imagens fazem parte do inquérito policial.

De acordo com o G1RN, Gerson deixa uma mulher com quem tinha união estável e dois filho, um de três e outro de cinco anos.


Prêmio da Mega Sena é de R$ 37 milhões neste sábado

Neste sábado (17), a Mega-Sena sorteia o prêmio de R$ 37 milhões do concurso 2.098, que será realizado a partir das 20h (horário de Brasília) no Caminhão da Sorte da CAIXA, estacionado em Nazaré Paulista, interior do estado da São Paulo.

Caso apenas um ganhador leve o prêmio e aplique todo o valor na Poupança da CAIXA, receberá mais de R$ 137 mil em rendimentos mensais. O valor também seria suficiente para adquirir uma frota de 246 carros de luxo.


Henrique Alves vira réu em outro processo por suposta propina de R$ 6 milhões

O juiz Vallisney de Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal de Brasília, aceitou – na última quarta-feira, 14, a denúncia oferecida pelo Ministério Público contra os ex-deputados Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Henrique Eduardo Alves (MDB-RN), o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB-BA) e mais 15 pessoas. Com a decisão do juiz, eles se tornaram réus no processo e passarão a responder a uma ação penal.

A aceitação da denúncia não representa a condenação dos investigados. Isso porque eles ainda serão julgados e podem ser condenados ou absolvidos. Vallisney deu dez dias para as defesas apresentarem respostas à acusação e deu 15 dias para a Polícia Federal apresentar um relatório “pormenorizado sobre os bens e respectivas destinações apreendidos no interesse deste processo”.

A denúncia

A denúncia foi apresentada na Operação Cui Bono, deflagrada pela Polícia Federal no ano passado para investigar fraudes na liberação de crédito pela Caixa Econômica.

Além de Geddel, Cunha e Henrique Alves, também se tornaram réus Lúcio Funaro, delator apontado pelas investigações como operador do MDB; e Fábio Cleto, ex-vice-presidente da Caixa.

Quando denunciou os investigados, o Ministério Público separou as acusações por operações de créditos.

Essas operações envolvem os grupos Marfrig, Bertin, J&F, BR Vias e Oeste Sul Empreendimentos Imobiliários. Todas as empresas negam irregularidades.

Segundo as investigações, a estrutura que dava suporte à prática das irregularidades na Caixa era sustentada por três frentes: grupo empresarial; empregados públicos; grupo político e operadores financeiros.


Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento

Os restos da embarcação foram achados por uma empresa privada norte-americana na sexta-feira 16, mas o Ministério da Defesa da Argentina só confirmou a notícia na madrugada deste sábado (17), depois de informar os parentes dos tripulantes.

Na quinta-feira 15, as famílias dos 44 desaparecidos realizaram um ato para marcar o primeiro aniversario do naufrágio e cobrar respostas das autoridades. “Quanto lamento que nada que se diga possa acalmar a dor dos familiares e amigos aqui presentes”, afirmou o presidente da Argentina, Mauricio Macri, ao prometer continuar as buscas.

No dia seguinte, a empresa norte-americana Ocean Infinity encontrou os restos a 800 metros de profundidade e a 600 metros da cidade de Comodoro Rivadavia, na Patagônia argentina.

O ARA San Juan desapareceu durante uma viagem de Ushuaia, no extremo sul do país, ao balneário de Mar del Plata, a 300 quilômetros da capital, Buenos Aires. O último contato da tripulação foi feito no dia 15 de novembro do ano passado.

Uma megaoperação internacional, que contou também com a participação do Brasil, foi montada para procurar o submarino. Duas semanas depois, a Marinha anunciou que já não havia esperanças de encontrar sobreviventes.

O governo argentino contratou a Ocean Infinity para continuar as buscas, que começaram em setembro. Durante dois meses, 40 tripulantes, a bordo do navio Seabed Constructor, rastrearam o fundo do mar. O submarino foi encontrado horas antes da empresa suspender a operação.

Muitos parentes dos tripulantes do ARA San Juan receberam a notícia em Mar del Plata, onde tinham participado do ato que marcou o primeiro ano para lembrar o primeiro ano do desaparecimento do submarino.

Agora o governo argentino terá que decidir se vai resgatar o casco do ARA San Juan, uma operação cara. A Ocean Infinity cobrou US$ 7,5 milhões somente para encontrar o submarino.


Pesquisa aponta falhas no atendimento às mulheres vítimas de violência

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apresentou essa semana os resultados preliminares de uma pesquisa sobre a qualidade do atendimento do Judiciário às mulheres vítimas de violência. O trabalho foi feito a pedido e em parceria com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e mostra a existência de problemas na resolução dos casos de violência de gênero, entre eles, a falta de juízes em audiências judiciais de violência doméstica e insuficiência do atendimento psicossocial às vítimas.

A pesquisa aponta também que as vítimas não entendem ou não recebem esclarecimentos sobre o caso e, às vezes, ainda são culpabilizadas durante o processo, com a obrigação de pagar multas pelo não comparecimento às audiências, por exemplo. Há também informações de que as mulheres não são tratadas de forma humanizada. As informações que baseiam o levantamento foram colhidas em seis juizados e varas exclusivas de violência doméstica e seis não exclusivas, nas cinco regiões do país.


RN tem redução de 4% no PIB em 2016

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou a pesquisa Contas Regionais referentes a 2016 nessa sexta-feira (16). O relatório mostra que a economia nacional diminuiu 3,3%. No Rio Grande do Norte, a retração do Produto Interno Bruto (PIB) foi de 4%, superior à média da nação.

Em todo o país, apenas Roraima (0,2%) teve resultado positivo no PIB em 2016. O Distrito Federal registrou estabilidade (0,0%) e os outros 25 estados tiveram quedas no PIB, sendo que em 10 deles a variação ficou acima da média nacional (-3,3%). Estes 12 estados representaram 68,3% do PIB brasileiro em 2016. As maiores quedas foram de Amazonas (-6,8%), Mato Grosso e Piauí, ambos com -6,3%.

No valor per capita, que é o PIB dividido pelo número de habitantes, o Rio Grande do Norte tem R$ 17.168,60, pouco mais da metade do total do país, que é de R$ 30.411,30. Já o Distrito Federal tem o melhor resultado do país, com R$ 79.099,77, quase três vezes maior que a média nacional. O Maranhão é o último no ranking (R$ 12.264,28).


Acidente com ônibus de Edson Lima deixa um morto no Piauí

Um  acidente com o ônibus da banda Gatinha Manhosa deixou uma pessoa morta na tarde desta sexta-feira (16) em Simplício Mendes, no Sul do Piauí. Segundo o irmão do cantor Edson Lima, o também cantor Batista Lima, o ônibus tombou ao tentar desviar de uma moto que atravessou a pista. O motoqueiro morreu na hora.

"Foi um susto, mas está tudo bem com o Edson. Uma moto entrou de vez e o ônibus teve que desviar e virou. Não teve nada grave com ninguém, a não ser o cara da moto que foi a óbito. Mas na banda está todo mundo bem", disse Batista.

Uma foto divulgada nas redes sociais mostra o cantor Edson Lima falando ao telefone. A banda tinha show nesta sexta em Araripina, Pernambuco.


Grupo de Benes mira o Podemos de Jácome

Paulinho Freire (PSDB), que foi o coordenador do grupo que elegeu Benes Leocádio (PTC), Ubaldo Fernandes (PTC) e Eudiane Macedo (PTC), participará de todas as conversas para as novas definições partidárias.

O grupo de Benes pode pegar uma sigla forte para comandar no Estado. E tudo indica que será o Podemos do deputado federal Antônio Jácome, que foi candidato a senador e não se elegeu, e certamente ficará sem o partido.

A regra do jogo é clara: quem perde deixa o campo para outro time atuar. Sobre perder a liderança do Podemos no Estado, o deputado Antônio Jácome deixou claro que vai resistir à pressão e vai continuar com a sigla.


Fernandinho na abertura da Feira da Cidadania em Caicó

O suplemente de deputado estadual, Fernandinho (Solidariedade), participou da abertura da Feira da Cidadania em Caicó na manhã dessa sexta feira na Ilha de Santana. Em oportunidade anterior, ele confirmou à imprensa o desejo de candidatar a prefeito de Caicó em 2020.


Empresa da início ao serviço da adutora Boqueirão/Jardim do Seridó

Na manhã desta sexta-feira (16), a empresa contratada pelo Estado do Rio Grande do Norte para a construção da adutora que levará água do Boqueirão de Parelhas para Jardim do Seridó deu início aos trabalhos fazendo à limpeza das margens da RN-088 onde passará os canos da adutora.

A adutora abastecerá cerca de 12 mil pessoas em Jardim do Seridó.


Quem tem problemas com a Justiça não entrará no governo, diz Bolsonaro

O presidente eleito Jair Bolsonaro descartou a possibilidade de que pessoas com problemas com a Justiça integrem seu governo. Ao apresentar o futuro chanceler, o embaixador Ernesto Araújo, o futuro mandatário negou que esteja negociando indicações para embaixadas ou ministérios com qualquer integrante do atual governo.

“Quem estiver devendo para a Justiça não terá a mínima chance de continuar num governo meu. Quem não estiver devendo, podemos até conversar”, declarou Bolsonaro. Ele disse que pretende concluir a definição dos nomes para ocupar o primeiro escalão até 30 de novembro.

Sobre o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, Bolsonaro declarou que ele está isento de acusações e tem qualidades para ocupar o cargo. O presidente eleito disse que as indicações não estão levando em conta critérios políticos. “O Onyx é a pessoa mais adequada para responder a essa pergunta para vocês. Pelo que eu saiba, ele não é réu em nada. Não tem critério político [nas indicações]”, acrescentou Bolsonaro.

O ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, negou hoje que tenha sido beneficiado com um segundo repasse da JBS, em 2012. Ele reconheceu que houve, sim, um repasse em 2014, e disse ter admitido o erro publicamente. De acordo com o ministro, a informação veiculada na imprensa tem a intenção de desestabilizar o governo eleito Jair Bolsonaro.

Perguntado se confiava plenamente na isenção de Lorenzoni, o futuro presidente respondeu: “Cem por cento da minha confiança, ninguém tem. Só meu pai e minha mãe”. Neste momento, Bolsonaro foi aplaudido por populares que acompanhavam a entrevista na porta do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, local onde está a equipe de transição.


Rio Grande do Norte tem 120 homicídios em setembro

O Rio Grande do Norte registrou 120 mortes violentas intencionais no mês de setembro deste ano. O número representa uma redução de 26,8% no número de homicídios registrados em relação a agosto, com 44 mortes a menos que as 164 contabilizadas no mês anterior. Entre janeiro e setembro, o estado teve 1.404 mortes violentas intencionais. Setembro teve o mesmo número de mortes violentas de maio o estado registrou o menor número de mortes violentas, entre os meses

O índice nacional de homicídios, ferramenta criada pelo G1, permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. O número consolidado até agora contabiliza todos os homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.


‘Duvidam da nossa formação’, diz médico cubano que revalidou diploma no Brasil

Há futuro para os profissionais cubanos do Mais Médicos que queiram ficar no Brasil, considera Osmany Garbey Charadan, de 37 anos. O médico chegou ao país na primeira leva de profissionais do país caribenho, em 2013, casou-se com uma brasileira anos depois e formou sua família no Rio Grande do Norte. A maior preocupação dele, no entanto, é com o público atendido pelo programa. “O maior prejudicado vai ser a população mais pobre. São oito mil médicos a menos”, comenta.

O Ministério da Saúde de Cuba divulgou, nesta quarta-feira (14), a decisão de não fazer mais parte do programa Mais Médicos porque mudanças anunciadas pelo novo governo brasileiro descumpririam as garantias acordadas desde o início do projeto, há cinco anos.

Osmany chegou ao país logo após o lançamento do programa e deixou o Mais Médicos em 2016, quando se casou com a potiguar Merley Maria Charadan, de 23 anos. O casal tem um filho de 1 ano e 9 meses. Desde então, revalidou o seu diploma, trabalha no Programa Saúde da Família (PSF) no município de Serra de São Bento e faz plantões na rede pública, em outras cidades potiguares. Atualmente, também faz uma pós-graduação em Pernambuco.