Bispos católicos prorrogam medidas restritivas em Igrejas até 17 de março


Os bispos da Igreja Católica no Rio Grande do Norte, Dom Jaime Vieira Rocha (Natal), Dom Mariano Manzana (Mossoró) e Dom Antônio Carlos Cruz (Caicó), publicaram neste sábado (06), documento que prorroga as medidas restritivas para evitar o contágio do novo coronavírus. O prazo é até o dia 17 de março, seguindo o Decreto nº 30.388, de 5 de março de 2021, do Governo do Estado do RN.

Na nota, os bispos afirmam que compreendem a gravidade do momento e em espírito de recíproca cooperação e corresponsabilidade; e tendo em conta a vida como bem maior a ser preservado, decidem continuar com a suspensão das celebrações de forma presencial com fiéis.

As missas continuam sendo celebradas, nas igrejas catedrais e nas igrejas matrizes de portas fechadas, com a restrita participação de uma equipe celebrativa de apoio.

O sacerdote celebrante, a referida equipe celebrativa de apoio e os funcionários da paróquia, terão o direito de locomoção assegurado (ida e retorno – de suas residências ao local da celebração), mesmo aos domingos, conforme garantia do Decreto nº 30.388.

As celebrações devem ser transmitidas, através das plataformas digitais de comunicação da própria paróquia, sempre que possível, especialmente no domingo.

As igrejas permanecerão abertas, exceto aos domingos, em seus regulares horários de funcionamento, para os momentos de orações pessoais dos fiéis, obedecendo todos os protocolos sanitários e em consonância com os horários e normas do “toque de recolher”.

Os atendimentos individuais dos fiéis pelos padres e secretarias paroquiais, será mantido nos dias e horários habituais – exceto aos domingos.